5 eventos ao vivo

Cebolinha, da Turma da Mônica, completa 60 anos; confira evolução do personagem

Personagem que fala errado surgiu como coadjuvante nas tirinhas de Bidu e Franjinha, e se tornou um dos mais populares de Maurício de Sousa

23 out 2020
10h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O personagem Cebolinha, uma das mais carismáticas criações de Maurício de Sousa na Turma da Mônica, completa 60 neste sábado, 24. Surgido em 1960 como um coadjuvante nas tirinhas de Bidu e Franjinha, o filho de Seu Cebola e Dona Cebola se notabilizou por pronunciar de forma errada - ou "elada" - as palavras com a letra R, ganhando popularidade entre os leitores.

Assim como boa parte dos personagens da Turma da Mônica, Cebolinha foi inspirado em uma criança real, no caso um amigo de infância do irmão do desenhista, Marcio de Sousa. Mas foi o pai de Maurício, Antonio, que teria dado o apelido ao menino, que fazia parte da turminha que brincava pelas ruas Mogi das Cruzes e que trocava o R pelo L e aplicou essa característica ao personagem.

Com sete anos de idade, o Cebolinha ficou marcado pelo seu visual de cinco fios de cabelo espetados, mas nem sempre foi assim. No início, ele tinha um cabelo mais volumoso e foi "perdendo" fios ao longo dos anos até ficar com a imagem pela qual nos lembramos dele hoje. Já a característica camisa verde, tem aspiração futebolística: Maurício de Sousa confirmou a preferência do Cebolinha pelo Palmeiras. Ao longo das seis décadas de existência, porém, o Cebolinha passou por diversas transformações.

No início, com um traço mais rústico, assim como todos os personagens de Sousa, Cebolinha foi ganhando expressões mais definidas e cores. Nos anos 1970, os personagens de Maurício de Sousa tiveram uma fase "bochechuda", em que as maçãs do rosto eram mais pronunciadas, mas essa característica foi se aplacando até eles terem as feições mais arredondadas.

À medida que a Turma da Mônica ganhava releituras, também o Cebolinha amadureceu. Na saga que emula o traço dos mangás Turma da Mônica Jovem, ele é o par romântico da protagonista Mônica, com quem sempre brigou na infância. Há também sua versão hiper-simplificada e minimalista na série Mônica Toy, com a menor quantidade de detalhes possível.

O Cebolinha também já foi representado por atores em algumas ocasiões, como no filme Turma da Mônica - Laços, em que o ator-mirim Kevin Vechiatto deu vida ao personagem, e no musical da Turma da Mônica, em 2015.

Para celebrar a data, a websérie de curtas animados Mônica Toy produziu um vídeo com várias esquetes de alguns segundos protagonizadas por Cebolinha. Além disso, o perfil da Turma da Mônica no Instagram criou um filtro "tlava-língua", para que os fãs possam deixar suas próprias homenagens ao personagem. Confira os curtas:

Veja também:

Mortal Kombat renova receita com personagens do cinema
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade