0

Com homenagem a Senna, Tijuca vence Carnaval no Rio

5 mar 2014
18h28
atualizado às 19h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Uma homenagem diferente a Ayrton Senna encerrou os desfiles do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro. Com diversas alusões à velocidade, a Unidos da Tijuca prestou um tributo a um dos maiores esportistas da história brasileira, morto há 20 anos durante o Grande Prêmio de San Marino de Fórmula 1.

Comissão de frente da Tijuca comemora título na quadra

Senna, tricampeão de F1, morreu aos 34 anos em 1º de maio de 1994, após perder o controle de sua Williams e se chocar contra um muro de proteção na fatídica curva de Tamburello – que foi modificada depois do acidente. Viviane e Bruno Senna, respectivamente irmã e sobrinho de Ayrton, participaram do desfile. 

A Unidos da Tijuca misturou personagens reais e dos desenhos animados na comissão de frente para apresentar a homenagem ao ex-piloto. Senna e o velocista jamaicano Usain Bolt contracenavam com os “mocinhos” Sonic, Ligeirinho, Cheetara, Speed Racer, The Flash e Penélope Charmosa e se misturavam a vilões como Dick Vigarista e o cão Muttley e o Corredor X na apresentação da escola ao público da Sapucaí.

Depois da passagem do abre-alas com diversas representações de Ayrton Senna e imagens da carreira do piloto, a Unidos da Tijuca continuou fazendo alusões à velocidade e dedicou alas a animais como o cavalo, o beija-flor, o peixe-agulhão, o falcão-peregrino e o guepardo. A escola também destacou a velocidade da internet, da eletricidade e até do trem-bala, representado em uma ala com fantasias de locomotivas e balas.

A velocidade nos desenhos animados voltou a ser representada em alas da Unidos da Tijuca: Ligeirinho, Sonic, Speed Racer e até o Papa-Léguas cruzaram a Marquês de Sapucaí na madrugada desta terça. Um carro alegórico foi destinado à Corrida Maluca, com os carrinhos de todos os personagens se movimentando pela alegoria.

Foliões fazem a festa com a taça na quadra da Unidos da Tijuca

A ode à velocidade da Tijuca continuou com a alusão a esportes como atletismo, ciclismo, motociclismo e remo. O tributo a Ayrton Senna ganhou mais forma com uma alegoria com várias fotos do piloto e um kart – de verdade – dando voltas pelo circuito oval.

O desfile terminou com a alegoria “pódio”, cheia de troféus, em referência às vitórias de Ayrton Senna. O carro espirrava jatos d’água para representar a destreza que Senna tinha em pilotar sob chuva.

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/duelo-bumbuns-rio-x-sp/" data-cke-621-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/duelo-bumbuns-rio-x-sp/">veja o infográfico</a>

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/" href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade