Aplausos marcam abertura do Festival O Boticário na Dança

Com plateia lotada de famosos e personalidades de dança, Israel Galván e Akram Khan esquentam a noite fria do Ibirapuera

7 mai 2015
18h16
atualizado às 18h24
  • separator
  • 0
  • comentários

Apenas dois bailarinos e quatro músicos no palco. Uma explosão de sons e movimentos. O resultado foi muito barulho ao final, com a plateia que lotava o Auditório Ibirapuera aplaudindo de pé, por longos minutos. Este foi o resumo do primeiro dia do Festival O Boticário na Dança, que teve início nesta quarta (6) em São Paulo com “Torobaka”, de Israel Galván e Akram Khan.

Cena de "Torobaka", que abriu o Festival OBND, em São Paulo
Cena de "Torobaka", que abriu o Festival OBND, em São Paulo
Foto: MarioMirandaFilho / Divulgação

Estreado no ano passado, o espetáculo é uma fusão de dança espanhola e indiana. Galván, grande nome do flamenco na atualidade, e Khan, aclamado coreógrafo e dançarino de kathak, festejam suas origens culturais em uma coreografia musical, com movimentos bastante expressivos. Além dos dançarinos, os músicos David Azurza, Bobote, Christine Leboutte, B C Manjunath e Bernhard Schimpelsberger tocaram ao vivo no palco.

"No nosso espetáculo, são seis músicos, não quatro músicos e dois dançarinos, porque o meu corpo e do Israel também fazem música", disse Khan num bate-papo com o público após o final da apresentação. Ao comentar o título do espetáculo, que faz referência ao touro do flamenco e à vaca, animal sagrado na Índia, Khan brincou: "não queria ser a vaca".

O evento de abertura do Festival O Boticário na Dança reuniu boa parte dos principais bailarinos brasileiros. Ana Botafogo, madrinha do programa de patrocínios O Boticário na Dança, Iracity Cardoso, diretora artística do Balé da Cidade de São Paulo e muitos outros estiveram por lá. Também atores como Carlos Moreno, Gero Camilo e Eduardo Moscovis e personalidades das artes marcaram presença. Numa noite fria em São Paulo, o público tirou do guarda-roupa os casacos pesados e as botas, mas compareceu em peso. 

Nesta quinta (7), o festival prossegue no Auditório do Ibirapuera com o Cullberg Ballet. E tem início no Rio de Janeiro, no Theatro Municipal, com a Michael Clark Company. Os ingressos para o Rio estão à venda na bilheteria do teatro ou pelo site www.ingressos.com.br.

Com ingressos esgotados para São Paulo, mais ainda à venda para o Rio, o festival vai até domingo (10). No último dia, o Ibirapuera recebe a Raça Cia. de Dança e a Michael Clark Company para apresentações gratuitas para o público do parque, ao ar livre, às 18h.

SERVIÇO
6 a 10 de maio, São Paulo
7 a 10 de maio, Rio de Janeiro
Programação completa e ingressos em boticario.com.br/danca

Fonte: Cross Content
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade