Conheça dança sensual que conquista Beyoncé, Anitta e drags

Saiba mais sobre a modalidade que mexe com a cabeça e os pés de anônimos e famosos

15 jun 2015
09h00
atualizado às 10h04
  • separator
  • 0
  • comentários

A origem do nome “stiletto” vem do salto alto e fino de sapatos femininos. A dança sensual e arriscada ficou conhecida pelo mesmo nome e ganhou adeptas famosas, como Beyoncé e Anitta.

Anitta se sente absolutamente à vontade dançando com salto alto em seus shows e clipes
Anitta se sente absolutamente à vontade dançando com salto alto em seus shows e clipes
Foto: Rodrigo dos Anjos / AgNews

A cantora Anitta diz não sentir diferença em dançar com salto agulha e descalça. “Tem a mesma rapidez e leveza”, confessa ela, mostrando que é poderosa. “O salto imprime uma sensualidade maior. O que não significa que você vá passar mais ou menos expressão corporal com isso”, adverte.

A funkeira, que é sempre vista nos seus clipes e shows com os mais variados tipos de salto, acredita que só devem ser usados os mais elevados quando se quer passar uma mensagem ou provocar uma reação. “Se for uma dança mais pesada, como o hip hop ou a dança de rua, fica mais legal usando tênis”, comenta.

Anitta, no entanto, não tem dúvidas do poder de um bom salto. “Com salto é mais sensual”, diz a estrela do hit “Show das Poderosas”, cujo clipe não deixou o stiletto de fora. Mas, nem tudo é glamour. “Já quebrei um salto, porém, continuei dançando até o final do show”, conta ela, confessando que a saída foi pisar mais leve.

O apresentador Marcos Mion também se rendeu ao estilo e levou o stiletto para o palco do seu programa “Legendários”, na Rede Record. Ele mesmo se arriscou e calçou os altos sapatos para apresentar o Grupo Stiletto e a Cia. de Dança Millenium, que fizeram uma batalha.O estilo também foi amplamente divulgado por meio dos shows de drag queens, que não dispensam nunca um salto. Como a maquiagem pesada e o figurino exuberante, o sapato faz parte do visual e ajuda a dar vida a suas personagens, geralmente inspiradas em divas da música ou do cinema.

Salto alto no mundo
O stiletto já se espalhou pelo mundo e tem até uma especialista no Broadway Dance Center, em Nova York. Além dos trabalhos com Beyoncé, a coreógrafa Dana Foglia dá aulas com a técnica e cria espetáculos com sua companhia de dança.

Beyoncé, além de usar stiletto em suas coreografias, é uma grande divulgadora do estilo
Beyoncé, além de usar stiletto em suas coreografias, é uma grande divulgadora do estilo
Foto: AFP

O grupo ucraniano Kazaky também fez fama mundial pelo uso dos saltos em suas coreografias. No clipe de 2011, “In the Middle”, os caras mandaram tão bem que foram até convidados por Madonna para dançarem no clipe de “Girl gone wild”.

Em Paris, o jovem Yanis Marshall, acompanhado dos dançarinos Arnaud Boursain e Mehdi Mamine, também cria coreografias do alto dos seus sapatos que explodem em visualizações no YouTube. O canal do coreógrafo conta com mais de 104 milhões de visualizações. Marshall, que está em turnê com seus workshops, deu, inclusive, aulas da técnica no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília no mês passado.

Fonte: Cross Content
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade