Festival de Joinville continua gigante e cheio de novidades

Evento quer manter o recorde mundial ampliando sua programação

18 jun 2015
12h00
atualizado às 14h58
  • separator
  • 0
  • comentários

O Festival de Dança de Joinville está chegando para apresentar a sua 33ª edição, de 22 de julho a 1º de agosto. Incluído no Guinness Book - o livro dos recordes, a estratégia para se manter no topo fica por conta da programação, que está mais diversificada.

Companhia de Dança da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil apresenta-se pela primeira vez na Noite de Abertura do festival comemorando os quinze anos de atividades da instituição no País
Companhia de Dança da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil apresenta-se pela primeira vez na Noite de Abertura do festival comemorando os quinze anos de atividades da instituição no País
Foto: Cleber Gomes / Divulgação

Em comemoração aos seus quinze anos, a companhia de dança da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil se apresenta pela primeira vez na Noite de Abertura, com o balé “O Quebra-Nozes”. A Mostra Contemporânea de Dança retorna após um ano de interrupção para apresentações dos mineiros do Grupo de Dança Primeiro Ato e dos cariocas da Companhia Urbana de Dança.

Já a Noite de Gala leva ao Centreventos Cau Hansen a companhia italiana Evolution Dance Theater, com o espetáculo “Firefly”. Na sua nona rodada, os Seminários de Dança vão discutir as estruturas curriculares dos cursos de graduação em dança no País, sob a coordenação da pesquisadora e professora da Universidade Federal do Ceará Thereza Rocha.

A organização também inaugura a pequena Estímulo Mostra de Dança que vai reintroduzir companhias anteriormente premiadas no festival, incentivando-as na criação de novos espetáculos. Os convidados pioneiros serão Pavilhão D, de São Paulo, e Maniacs Crew, de Joinville.

O festival ainda vai reunir personalidades artísticas consagradas e bailarinos de 21 estados brasileiros e do exterior, como Alemanha, Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Suíça e Rússia. Ao todo, serão onze dias de atividades ligadas à dança em seus mais variados estilos, como neoclássico, clássico de repertório, contemporâneo, jazz, sapateado, danças populares e danças urbanas.

Desde 2005, o evento detém o recorde mundial como o festival de dança com maior número de participantes. Entre bailarinos, estudantes, professores, profissionais e artistas cerca de 6.500 participantes invadem a cidade catarinense. A contabilidade também registra uma média de 230 mil  espectadores  a cada edição do festival.  Distribuídos  nas plateia, eles assistem cerca de 220 horas de espetáculos – das quais 170 gratuitas.

Serão oito noites de Mostra Competitiva, três tardes da Mostra Meia Ponta e dez dias de programação dos Palcos Abertos, reunindo 404 grupos de dança, que apresentarão 1.138 diferentes coreografias. Além da Feira da Sapatilha, repleta de artigos para os artistas.

O evento é apresentado pelo Banco Itaú e Ministério da Cultura - Lei de Incentivo à Cultura. E tem apoio do programa de patrocínios O Boticário na Dança, com realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura.

33º Festival de Dança de Joinville
22 de julho a 1º de agosto
Joinville – Santa Caratina
Ingressos à venda pelo www.ticketcenter.com.br

Fonte: Cross Content
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade