PUBLICIDADE

ÚLTIMOS DIAS! Passeio gratuito: 35ª Bienal de São Paulo tem obras interativas e é uma ótima forma de apresentar a arte para crianças

18 nov 2023 - 03h01
(atualizado em 3/1/2024 às 21h03)
Compartilhar
Exibir comentários

Embarque em uma aventura artística na 35ª Bienal de São Paulo. Com obras cativantes e uma programação diversificada, o evento proporciona um ambiente enriquecedor para pais, filhos e avós explorarem juntos o mundo da arte contemporânea.

Foto: Divulgação / Action Park / Meu Passeio

Sob o tema "Coreografias do Impossível", a exposição ficará disponível de forma gratuita, até o dia 10 de dezembro de 2023, no Pavilhão do Parque Ibirapuera, Portão 03, de terça, quarta, sexta e domingo, das 10h às 19h (última entrada às 18h30), e de quinta-feira e sábado, da 10h às 21h (última entrada às 20h30).

Um novo trajeto pelas coreografias do impossível

Além das obras de arte, a Bienal apresenta uma proposta inovadora de percurso. Os visitantes podem seguir diretamente do primeiro andar (verde) para o terceiro andar (azul) utilizando as rampas internas do Pavilhão projetado por Oscar Niemeyer.

O trajeto culmina no segundo andar (roxo), utilizando os acessos externos. Essa abordagem permite aos visitantes explorar e desafiar a arquitetura modernista do espaço.

O que está acontecendo na Bienal?

A experiência da 35ª Bienal não se limita às obras de arte. Uma programação pública elaborada que oferece uma variedade de elementos, incluindo apresentações musicais, ativações de obras, performances, encontros com artistas e mesas de discussão.

A primeira semana da mostra, de 5 a 11 de setembro, inclui eventos como a mesa de abertura com os curadores, performances de artistas e ativações de obras. Outras atividades incluem workshops, palestras e concertos.

Leia Mais: Museu Catavento Cultural está de volta com novos ambientes para os pequenos cientistas

Histórias da Bienal e Publicações

A 35ª Bienal também estende sua programação para além do Pavilhão. O programa "Histórias da Bienal" apresentará relatos inéditos ao público em geral. A série estreia no dia 3 de setembro e pode ser vista no Arte1, no Arte1 Play, no YouTube da Fundação Bienal e no espaço de estudos da 35ª Bienal.

Além disso, catálogos, guias e uma agenda de programação pública mensalmente atualizada oferecem aos visitantes uma visão mais aprofundada.

O ponto de encontro de todos os pontos de vista

A campanha publicitária da 35ª Bienal destaca o Pavilhão como um espaço de encontros diversos, utilizando a linguagem das redes sociais para ilustrar como a mostra acolhe uma ampla variedade de interações com a arte.

Para isso, utiliza a linguagem em primeira pessoa das redes sociais (o POV) para ilustrar como a mostra acolhe uma ampla variedade de interações com a arte.

Dica: receba a agenda completinha de passeios para levar as crianças em São Paulo no seu e-mail! É grátis! Clique aqui!

Programação e acessibilidade

Além das obras de arte em exibição, a 35ª Bienal de São Paulo oferece uma programação pública diversificada, incluindo apresentações musicais, ativações de obras, performances, encontros com artistas e mesas de discussão. A programação durante a primeira semana apresenta eventos como a mesa de abertura com os curadores, performances e ativações de obras.

A Bienal também se preocupa com a acessibilidade, oferecendo maquetes táteis, textos em braile e fonte ampliada, plantas táteis, cartazes táteis, cadeiras de rodas para uso dos visitantes, e um audioguia inclusivo disponível em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Curadoria

A exposição tem a curadoria coletiva de Diane Lima, Grada Kilomba, Hélio Menezes e Manuel Borja-Villel, esta edição promete levar os visitantes a uma jornada artística única em meio a aproximadamente 1.100 obras de diferentes linguagens.

Proibições

  • Animais de estimação não são permitidos.

Classificação

A exposição tem classificação livre para todos os públicos. Salas ou obras que possam ser consideradas não recomendadas para crianças ou adolescentes estarão indicadas na sinalização do espaço.

Veja o que mais aproveitar no Parque do Ibirapuera!

Música no Parque

  • Data: 16 de setembro, sábado
  • Horário: às 11h30
  • Local: Palco Arena da Marquise, Parque Ibirapuera
  • Descrição: apresentação do grupo Sexteto Arandupy com repertório que inclui baião, ijexá, sambas, jazz, funk e homenagem à música brasileira.
  • Entrada gratuita, para todas as idades.

Leia mais: Parque Ibirapuera: um dos programas mais paulistanos da cidade para curtir com a família

Planetário Ibirapuera

  • Observação Solar: todas as quartas-feiras às 15h, gratuita;
  • Show de Luna: quinta, 07, às 11h e 13h; sexta, 08, às 13h; sábado, 09, às 13h; domingo, 10, às 11h e 13h (para crianças e famílias);
  • Olhar o Céu de São Paulo Outra Vez: Quinta, 07, às 17h; sexta, 08, às 15h e 19h; sábado, 09, às 11h, 15h e 19h; domingo, 10, às 17h (explorando o céu da cidade)
  • Planetas do Universo: quinta, 07, às 15h; sexta, 08, às 17h; sábado, 09, às 17h; domingo, 10, às 15h (reflexão sobre o universo)
  • Ingressos: a partir de R$15, adquiridos online ou na bilheteria (chegue com antecedência, não é permitida a entrada após o início da sessão).
ingressos para o Planetário do Ibirapuera aqui

Museu Afro Brasil

  • Exposição 'Julhienses': até 1 de outubro
  • Exposição 'Bará': até 1 de outubro
  • Horário: terça-feira a domingo das 10h às 17h

Qual o valor do estacionamento no Parque Ibirapuera?

  • Segunda a sexta-feira: R$16 por até 3 horas, R$3 a cada duas horas adicionais. Valor máximo: R$ 25.
  • Sábado, domingo e feriados: R$ 20 - preço único.
  • Tempo de isenção de 20 min, válido para todos os dias da semana.
  • Os valores estão sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Dados do passeio:

  • Passeio: 35ª Bienal de São Paulo - Coreografias do Impossível
  • Recomendado: Todas as idades
  • Quando: Já foi
  • Horários: Terça, quarta, sexta e domingo, das 10h às 19h; quinta e sábado, das 10h às 21h
  • Preços: Gratuito
  • [link de inscrição]

  • Locais:
    • Onde: Parque Ibirapuera
Meu Passeio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade