PUBLICIDADE

Honda CR-V Hybrid estreia por R$ 353 mil e faz 14 km/l na cidade

Já dirigimos o Honda CR-V Advanced Hybrid da nova geração, que tem uma regulagem diferente da que é usada no Accord e no Civic

26 fev 2024 - 11h00
(atualizado às 11h14)
Compartilhar
Exibir comentários
Honda CR-V Advanced Hybrid
Honda CR-V Advanced Hybrid
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

A Honda prometeu lançar três novos carros híbridos no Brasil e cumpriu. O terceiro da lista acaba de chegar, é o Honda CR-V Advance Hybrid, que estreia no mercado brasileiro por R$ 353 mil. Já dirigimos o SUV japonês de grande porte na estradas do litoral paulista, onde ficou clara a razao de seu foco no desempenho.

Assim como os sedãs Accord (R$ 332.400) e Civic (R$ 265.900), o novo Honda CR-V (R$ 352.900) também tem dois motores elétricos, um motor 2.0 a gasolina e transmissão e-CVT. A diferença é que no CR-V, por se tratar de um SUV, que é muito mais pesado, a Honda precisou fazer um ajuste na configuração do sistema híbrido.

Honda CR-V Advanced Hybrid
Honda CR-V Advanced Hybrid
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

O motor 2.0 do novo CR-V tem 147 cv e 190 Nm (um pouquinho mais de potência e torque do que nos sedãs), pois ele pesa 1.819 kg, contra 1.625 kg do Accord e 1.449 kg do Civic. Nos três carros, o sistema Advanced Hybrid tem um motor elétrico de tração de 135 kW de potência (184 cv) e 335 Nm de torque (334 no Accord e 314 no Civic). Há ainda um motor elétrico gerador de energia para a bateria de 1 kWh.

O que muda na prática? No Honda CR-V, o motor a combustão entra em funcionamento nas acelerações mais fortes e também quando o carro está em velocidades mais altas. Durante nosso test drive, verificamos que o modo EV (100% elétrico) funciona basicamente nas manobras de estacionamento. É quase impossível rodar a mais de 30 km/h no modo EV, pois a mínima solicitação no pedal do acelerador coloca o carro no modo híbrido.

Em termos de design, o novo Honda CR-V ganhou linha mais retas, em relação às gerações anteriores. Ficou muito bonito e elegante, com ótimas soluções para os faróis e lanternas full led. Internamente, o Honda CR-V também ficou mais prático, traz botões físicos, está mais minimalista, mantém a ótima posição de dirigir e oferece um eficiente painel digital de 10” com ponteiros.

Honda CR-V Advanced Hybrid
Honda CR-V Advanced Hybrid
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

A multimídia de 9” também é bastante evoluída (superior à dos modelos da Toyota), bem como os sistemas de segurança Honda Sensing, conforto dos bancos, acabamento, ar-condicionado e vida a bordo em geral, com Head-Up Display, câmera de ré multivisão e bancos dianteiros elétricos.

Além disso, essa nova geração do Honda CR-V, que é fabricada na Tailândia, ganhou 15% de reforço estrutural e conta com nada menos de 10 airbags (dois frontais, dois laterais dianteiros, dois de cortina, dois laterais traseiros e dois de joelhos).

Com suspensão independente nas quatro rodas e amortecedores que ajustam a rigidez por meio de um válvulas, o Honda CR-V é extremamente confortável na cidade e mais firme na estrada, porém com bastante conforto.

Honda CR-V Advanced Hybrid
Honda CR-V Advanced Hybrid
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

A rolagem da carroceria é mínima. Em termos de comportamento dinâmico, dá um banho no Haval H6, da GWM, e é superior também aos chineses Song Plus, da BYD, e Tiggo 8, da Caoa Chery.

A Honda tem razão quando chama seu sistema de Advanced Hybrid. Comparado com o da Toyota, ele é mais evoluído e permite que o carro rode por mais tempo no modo EV – há ainda as configurações Eco, Normal e Sport. Entretanto, como houve o ajuste em função do peso, o Honda CR-V híbrido ficou menos eficiente do que seus irmãos Accord e Civic.

Sua emissão de CO2 é de 115 g/km, contra 76 g/km da dupla Accord/Civic. Outro ponto negativo é que o CR-V Hybrid faz apenas 11,6 km/l de gasolina na estrada, enquanto o antigo CR-V 1.5 turbo de 190 cv fazia 12,3 km/l. Pior ainda se compararmos com o Toyota RAV4 Hybrid, que faz 14,5 km/l na estrada.

Honda CR-V Advanced Hybrid
Honda CR-V Advanced Hybrid
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Mas, calma, também houve boas melhoras. O Honda CR-V ganhou nota A de eficiência energética (devido ao parâmetro anterior) e o consumo urbano caiu bastante. O modelo antigo fazia apenas 11 km/l na cidade e o novo CR-V híbrido faz 14,2 km/l. Um salto que prova a eficiência do sistema híbrido da Honda.

Seria melhor se o motor a combustão não entrasse em funcionamento com tanta insistência, pois poderia estar mais próximo do RAV4, que faz 17,1 km/l na cidade. Vale dizer também que o novo CR-V tem 17 cavalos a mais na potência combinada, que agora é de 207 cv.

No final das contas, para quem usa o SUV mais na cidade do que na estrada, o Honda CR-V Advanced Hybrid vai representar, sim, um ganho na economia de combustível.

Ao introduzir uma marcha intermediária (no Accord e no Civic o motor a combustão só entra em overdrive), a Honda fez uma clara opção pelo desempenho, o que deve estar em linha com o desejo do público do CR-V. 

Honda CR-V Advanced Hybrid
Honda CR-V Advanced Hybrid
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Dados técnicos

Potência combinada: 207 cv (152 kW)

Motor 2.0 a gasolina

Potência 147 cv a 6.100 rpm

Torque 190 Nm a 4.500 rpm

Transmissão: e-CVT

Motor elétrico de tração

Potência: 135 kW (184 cv)

Torque: 335 Nm

Bateria: 1,05 kWh (não plugável)

Tração: AWD (4x4)

Pneus: 235/55 R19 

Comprimento: 4,706 n

Largura: 1,866 m

Altura: 1,691 m

Entre-eixos: 2,700 m

Altura mínima do solo: 208 mm

Peso: 1.819 kg

Carga máxima: 531 kg

Porta-malas: 581 litros

Tanque: 53 litros

Km/l cidade: 14,2

Km/l estrada: 11,6

Nota no Inmetro: B (A na categoria)

Emissão de CO2: 115 g/km (cid) e 134 g/km (est)

0 a 100 km/h: n/d

Velocidade máxima: n/d

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Publicidade