PUBLICIDADE

Os produtos da Logitech são caros? Representantes da empresa respondem

20 nov 2023 - 11h31
Compartilhar
Exibir comentários

Com mais de uma década atuando no mercado nacional, a Logitech já é uma veterana para os brasileiros. Inclusive, a subsidiária gamer da marca - a Logitech G - acabou virando referência de qualidade, apesar da fama de ter produtos não tão baratos assim. Em uma oportunidade exclusiva, o TecMundo conversou com executivos da empresa suíça sobre os desafios de se atuar no Brasil, quais os periféricos "queridinhos" por aqui e outros assuntos.

Começando sobre a questão do preço, os representantes defendem que os valores praticados por aqui carregam todas as dificuldades trazidas por um cenário econômico complicado.

Para falar sobre o assunto, Jairo Rozenblit, CEO da Logitech Brasil, contou sobre um caso interno. De acordo com ele, o novo head de finanças da marca, que trabalha no Japão, ficou perplexo quando começou a ouvir sobre questões de formação de preço, carga tributária e logística no Brasil.

Jairo Rozenblit, CEO da Logitech Brasil, comentou sobre os desafios comerciais do Brasil (Imagem:
Logitech
Logitech
Foto: Tecmundo

"Chegou um ponto da conversa que ele falou: 'olha, eu já tinha escutado que Brasil era complexo, mas agora eu estou impressionado'. Eu acho que Brasil e Índia são os que apresentam a maior complexidade tributária no mundo todo", argumentou.

"Nós ainda temos por aqui a inflação, juros que uma hora estão baixos, outra hora estão altos, temos a nossa moeda que é fraca em relação ao dólar, altos níveis de desemprego e etc. Então, assim, ser executivo no Brasil exige lidar com muitas variáveis para você ter sucesso na operação", acrescentou.

Apesar de reconhecer as complexidades, Rozenblit defende que os itens só são vendidos quando existe a certeza de que o valor está competitivo. Além disso, ele lembra que além de garantir qualidade, os produtos tanto da Logitech G quanto da marca principal são posicionados em várias linhas para vários públicos.

O estande da Logitech na BGS 2023 reuniu bastante gente (Imagem: Carlos Palmeira/TecMundo)
Logitech
Logitech
Foto: Tecmundo

"A gente tem produto para a pessoa que é mais casual, para o público feminino e para usuários que gostam de coisas mais profissionais. Então atingimos todo mundo e todos os bolsos também", ressalta.

Na loja virtual da Logitech, há periféricos casuais que começam a custar a partir de R$ 50 (como o mouse M110) até mais de R$ 2 mil (como o headset sem fio Astro Gaming A50). No caso da Logitech G, os aparelhos com menor preço começam a partir de R$ 170 (com o mouse G203) e vão até mais de R$ 9 mil (como o volante Logitech Pro Wheel).

Ricardo Filó, head de marketing da Logitech Brasil, acrescenta que a parceria com as varejistas nacionais ajuda a fazer com que os preços fiquem mais atrativos. "Esta rede de distribuição, junto dos varejistas tanto online quanto de lojas físicas, faz com que a gente consiga disponibilizar o produto próximo na esquina da casa do consumidor", pontuou Filó.

Brasil é o principal mercado da Logitech G na América Latina

O TecMundo também teve a oportunidade de conversar com Robin Piispanen, que é head global da Logitech G. O presidente da subsidiária gamer disse que o Brasil é o principal mercado da Logitech G na América Latina e que por isso todos os lançamentos trazidos para cá levam em consideração as necessidades e exigências do público brasileiro.

De acordo com Piispanen, os clientes locais são bastante exigentes e conhecedores tanto de tecnologia quanto de jogos. Ele reforça que o extenso catálogo serve para atender diversos públicos e que a ideia é trazer o máximo possível de novidades para o Brasil.

"Aproximadamente 90% do nosso portfólio global chega às gôndolas brasileiras. Alguns produtos não vão por questões burocráticas como por exemplo, licenciamento de marcas e collabs ou mesmo por questão de infraestrutura", citou.

A Logitech é uma marca da Suíça que atua no Brasil há mais de uma década (Imagem: Divulgação/Logitech)
Logitech
Logitech
Foto: Tecmundo

Os produtos mais vendidos da Logitech no Brasil

Presente na última edição da Brasil Game Show (BGS) com um estande repleto de ativações, a Logitech aproveitou a feira para realizar lançamentos como o teclado Logitech G Pro X, mouse Logitech G Pro X Superlight 2 e Headset Logitech G Pro X 2 Lightspeed.

A nova linha Logitech G Pro tem produtos na cor rosa que custam a partir de R$ 900 (Imagem: Carlos Palmeira/TecMundo)
Logitech G
Logitech G
Foto: Tecmundo

A empresa ainda revelou que os produtos mais procurados pelos brasileiros são:

  • Volante G29;
  • Mouse G403;
  • Teclado G915 TKL;
  • Headset G733;
  • G502X (globalmente).

"O G502 X ainda conquista gerações e ano passado lançamos na BGS um visual diferente e com novas funcionalidades. A coleção ainda mantém os valores fiéis que ainda é muito popular, mas também focamos na nova geração que está passando mais tempo online e precisa de aparelhos com uma bateria que acompanhe o ritmo", afirmou Robin Piispanen.

Tecmundo
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade