Mais de 1.000 cursos com certificado por menos de R$0,70 por dia.

Capital paulista recebe 273,3 mil doses da vacina da Pfizer

A partir dessa sexta-feira, imunizante será aplicado em pessoas com comorbidades na faixa de 50 a 54 anos

12 mai 2021 14h41
| atualizado às 14h44
Compartilhar
Vacina da Biontech/Pfizer
Foto: EPA / Ansa

A prefeitura da cidade de São Paulo recebeu 273.336 doses da vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo laboratório Pfizer nesta quarta-feira, 12.

A partir de sexta-feira, 14, as doses serão usadas para imunizar grupos elegíveis para a primeira aplicação da vacina. Entram nesse grupo pessoas com comorbidades na faixa de 50 a 54 anos. Pelo menos 100 mil doses serão descongeladas entre hoje e amanhã e enviadas às unidades básicas de saúde da capital.

Publicidade

Segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, por enquanto, está suspensa a vacinação de gestantes e puérperas, com imunizantes de todos os laboratórios. A decisão acompanha a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) após a suspeita de relação da morte de uma gestante no Rio de Janeiro com a vacina da AstraZeneca/Oxford.

“Hoje receberemos 144 mil [doses da] AstraZeneca para aplicação de segunda dose a partir de sexta-feira. A vacinação das grávidas e puérperas está suspensa não só com a AstraZeneca, mas com todas as vacinas até que a Secretaria Estadual de Saúde faça uma redefinição", disse Edson Aparecido.

Veja também:

Covid-19 na Índia: a preocupação com as variantes em meio à crise no país
Video Player
Agência Brasil
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações