Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Canuto deixa Desenvolvimento Regional; Marinho assume

Secretário responsável por previdência vai substituir Gustavo Canuto

6 fev 2020 17h41
| atualizado às 17h56
Compartilhar
Bolsonaro libera pesca esportiva em áreas de preservação ambiental
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil 3/2/2020 / Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro nomeou nesta quinta-feira o secretário especial da Previdência Rogério Marinho para o cargo de ministro do Desenvolvimento Regional. Ele vai substituir Gustavo Canuto. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial.

Marinho foi o principal articulador da reforma da Previdência do governo no Congresso. Ex-deputado federal, ele teve papel essencial ao negociar com os parlamentares e é um nome do confiança do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Publicidade

Atualmente, Marinho cuidava da articulação no Congresso para aprovar o programa Verde Amarelo, que prevê incentivo à contratação de jovens de 18 a 29 anos. Ele foi bastante criticado por propor a taxação do seguro-desemprego como fonte para bancar o programa, que reduz os impostos que as empresas pagam sobre os salários dos empregados.

Já Canuto, que era um técnico, vinha sendo alvo de reclamações de parlamentares por represar recursos da pasta que seriam destinados a redutos eleitorais, principalmente envolvendo o Minha Casa, Minha Vida. Na área econômica, também enfrentou embates com a equipe econômica por causa da nova fase do programa.

O Palácio do Planalto não se manifestou ainda sobre as trocas ministeriais.

Veja também:

A influencer de beleza sem pernas e braços
Video Player

 

Publicidade
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações