URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

BH: motorista que capotou Porsche e provocou morte de passageiro é indiciado por homicídio doloso

A Polícia Civil concluiu as investigações sobre o acidente que resultou na morte de Cayke Pelegrino Tavares, 32, em 11 de dezembro de 2023

24 abr 2024 - 20h45
De acordo com a polícia, o veículo estava a mais de 200 km/h no momento do acidente.
De acordo com a polícia, o veículo estava a mais de 200 km/h no momento do acidente.
Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou, por homícidio doloso, o empresário Rodrigo Rodrigues Andrade Chiatti, apontado como o responsável por capotar um Porsche 911 Carrera, avaliado em cerca de R$ 800 mil, em acidente que resultou na morte do passageiro Cayke Pelegrino Tavares, em dezembro de 2023. 

Em coletiva nesta quarta-feira, 24, o delegado responsável pelas investigações, Rodrigo Otávio Gomes Fagundes, explicou que Andrade Chiatti será indiciado por homicídio doloso, embriaguez ao volante e falta de habilitação para dirigir. O investigado teve a CNH cassada em 2012. 

Publicidade

Na ocasião do acidente, Andrade e Pelegrino retornavam de uma festa em uma casa noturna em Belo Horizonte quando o motorista colidiu contra uma árvore na Avenida Barão Homem de Melo, no bairro Estoril. A perícia apurou que o veiculo trafegava a 250 km/h em uma vida onde o limite é dde 60 km/h.

“O investigado desempenhou uma velocidade absurda que eu nunca havia constatado em outros casos em uma via dessa natureza. Dada essa combinação de imprudências, dificilmente o resultado da ação poderia ser diferente, infelizmente”, disse o delegado. 

A investigação revelou que o motorista também consumiu uma quantidade significativa de bebidas alcoólicas durante a festa, e ainda comprou outra garrafa antes de deixar o estabelecimento. Imagens de câmeras de monitoramento confirmaram que Chiatti deixou o local com a garrafa nas mãos. 

Somou-se o fato de que Chiatti estava sem habilitação na ocasião do acidente. Segundo a Polícia Civil, ele já tinha sido flagrado dirigindo sem a CNH outras três vezes. 

Publicidade
Veja o momento em que motorista perde o controle e bate Porsche a mais de 200 Km/h em BH
Video Player

Pedido de prisão preventiva

Após a conclusão do inquérito, a Polícia Civil indiciou Chiatti, pediu sua prisão preventiva e requereu à Justiça que ele tenha o direito de dirigir suspenso, explicou o delegado: "Entendemos que pela recorrência dos acidentes em que ele se envolveu no passado e a gravidade desse último, que o investigado caracteriza perigo para a segurança viária". 

Na época, o motorista foi preso em flagrante e teve a prisão convertida para preventiva durante audiência de custódia. No entanto, foi solto após sua defesa apresentar um habeas corpus para o cumprimento de penas alternativas. 

Desde 29 de dezembro, ele cumpre medida cautelar com o uso de tornozeleira eletrônica, confirmou a Secretária de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Somadas, as penas para os crimes podem chegar a 24 anos de prisão, informou a Polícia Civil. 

O Terra tenta contato com a defesa de Rodrigo Rodrigues Andrade Chiatti. O espaço segue aberto para manifestação. 

Polícia investiga se garrafa de uísque pertencia a vítimas de acidente em BH
Foto: Reprodução/TV Globo

Entenda o caso

O acidente aconteceu na madrugada do dia 11 de dezembro de 2023, na Avenida Barão Homem de Melo, localizada no bairro Estoril, na região Oeste de Belo Horizonte. De acordo com a PM, as vítimas do acidente estavam retornando de uma festa.

Publicidade

Testemunhas relataram que o veículo, ocupado pelos dois homens, percorreu várias vezes o trecho onde o acidente acabou acontecendo. O passageiro, Cayke Pelegrino Tavares, foi jogado para fora do veículo durante o capotamento, e morreu no local do acidente. 

Durante a perícia, foi verificado que o velocímetro do veículo, avaliado em R$ 600 mil, ficou travado nos 250 km por hora. A polícia confirmou que a habilitação do motorista está cassada desde 2012. Ainda de acordo com a polícia, a documentação do veículo está em situação regular.

Fonte: Redação Terra
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se