PUBLICIDADE

MC Ryan SP grava projetos com Gusttavo Lima, João Gomes e Naiara Azevedo 

2 dez 2022 - 13h13
(atualizado em 5/12/2022 às 09h59)
Compartilhar
Exibir comentários

MC Ryan SP vem provando a cada dia que é um dos maiores nomes do funk paulista e representante do nicho no país. Com dezenas de hits que alcançaram o topo das paradas de sucesso, o astro possui mais de 10,6 milhões de ouvintes apenas no Spotify, e se consagra como um dos artistas mais ouvidos na plataforma no país.

Depois de gravar faixas inéditas com os maiores ídolos do piseiro, João Gomes e Tarcísio do Acordeon, além de uma faixa incrível com Tierry, o pai das crianças, agora Ryan abre ainda mais seus horizontes e participa de projetos ao lado de Gusttavo Lima e Naiara Azevedo, dois gigantes do sertanejo - e o funkeiro promete mais colaborações de peso e fora de seu nicho para o próximo ano.

Foto: Divulgação / The Music Journal

"Fico muito feliz de ser um dos primeiros a abrir as portas pro funk em outros ritmos", revela Ryan. "Sempre acreditei muito nessa mistura de Brasil e espero que depois do piseiro e do sertanejo, a gente possa ver o funk em outros tipos de música também".

Ao lado do embaixador, Ryan gravou uma faixa para o projeto Boteco do Gusttavo Lima. O funkeiro, que sempre foi fã de Gusttavo, realizou um grande sonho ao dividir o palco com o cantor.

"Eu fiquei sem reação quando soube que o Gusttavo curtia meu trabalho e queria uma música comigo, porque eu sempre fui fã dele, sabe?", conta. "Acredito que todo mundo já se imaginou fazendo um trabalho ao lado de um ídolo, e eu posso dizer hoje, com toda felicidade, que eu não só imaginei, eu realizei! Tudo graças ao funk".

Na última segunda (28), Ryan SP também participou da gravação do DVD Plural, da sertaneja Naiara Azevedo. Realizado em Goiânia (GO), o projeto da artista começa a ser lançado nesta sexta (2), com a faixa Emocional Abalado, um feat com o MC.

"Foi super maneiro cantar com a Naiara; ela tem uma energia e um talento surreal", diz o cantor. "Essa parceria representa muito pra mim, porque ela também abre novas portas pro funk paulista, pro funk do Brasil; e é muito gratificante levar minha música, meu ritmo e minha verdade para outros públicos", concluiu.

 
The Music Journal The Music Journal Brazil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade