PUBLICIDADE

‘Bahia. Estado Voluntário’ alia tecnologia e ações sociais

“O programa é aberto a qualquer pessoa que deseja doar parte do seu tempo para ajudar o próximo, diz coordenadora

22 ago 2022 - 15h33
Compartilhar
Exibir comentários
Reunião com a presença de colaboradores da ANF.
Reunião com a presença de colaboradores da ANF.
Foto: Carla Vitória.

O Programa ‘Bahia. Estado Voluntário’ conseguiu unir tecnologia, informação e ação social em um único espaço. Através da ferramenta digital, organizações públicas, empresas privadas e pessoas que tem interesse em atuar como voluntários poderão se encontrar e realizar suas ações de maneira muito prática.

“O programa é aberto a qualquer pessoa que deseja doar parte do seu tempo para ajudar o próximo, promovendo uma cadeia de solidariedade e cidadania”. A plataforma pode ser acessada através do link: http://www.estadovoluntario.ba.gov.br/, explica Kátia Camillo, coordenadora do programa.

Atualmente o programa conta com mais de 5 mil voluntários, marca que cresceu consideravelmente, se comparado a 24 setembro de 2020, quando o projeto completava 1 ano, tendo 3.083 voluntários cadastrados.

“Nós também aumentamos o número de projetos de 105 para 202 e campanhas que eram 40 foram para 100, dados que demonstram a evolução da plataforma do programa Bahia. Estado Voluntário”, Complementa Kátia Camilo.

Waldecir Melo e Kátia Camilo.
Waldecir Melo e Kátia Camilo.
Foto: Carla Vitória.

A plataforma é simples e intuitiva, dividida em duas áreas realização de cadastro como voluntário ou órgão e entidade. Na área do voluntário é preciso preencher uma ficha, indicar os dias e horas disponíveis para realização do trabalho voluntário, indicar qual área de atuação e público-alvo, também é possível escolher algum dos projetos já cadastrados na plataforma. Após esses passos concluídos o voluntário recebe e-mails de projetos que adequam ao seu perfil, podendo aceitar ou recusar em até 48 horas.

Plataforma.
Plataforma.
Foto: Reprodução.

Representantes da Agência de Notícias das Favelas estiveram presentes na última Reunião do Programa "Bahia. Estado Voluntário", que aconteceu no final do mês passado, na SETRE - Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. No encontro os representantes de instituições foram orientados sobre a elaboração de projetos e/ou campanhas sociais.

“Agradeço imensamente em fazer parte da família ANF e pelo convite em participar de uma reunião sobre o Programa Bahia. Estado Voluntário, como também, conhecer pessoas que trabalham em prol do voluntariado. A plataforma é de fácil acesso e interativa, funciona como uma rede que proporciona encontro entre voluntários”, explica Waldecir Pereira de Melo, colaboradora da Agência de Notícias das Favelas, que esteve presente no encontro.

A Agência de Notícias das Favelas, organização que já tem um vasto histórico voltado em ações sociais, agora conta com sua primeira campanha cadastrada na instituição, “Alimente uma família do Bairro da Paz”, campanha que visa contribuir no combate a fome que assola famílias em situação de vulnerabilidade social em todo país, realidade enfrentada por moradores do Bairro da Paz, periferia de Salvador

A campanha que se estende por todo mês de agosto e tem como objetivo atender 1 mil famílias previamente cadastradas através do perfil socioeconômico, em sua maioria chefiadas por mulheres, mães solos, pode ser acessada através da ferramenta do programa ou através do link: http://www.estadovoluntario.ba.gov.br/visualizar_doacao.html?doacao=951175

“Precisamos alavancar a participação de todos através do trabalho voluntário, assim manteremos viva a esperança da dignidade humana e a igualdade dos cidadãos”, conta Waldecir Pereira de Melo, colaboradora da ANF.

ANF
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade