PUBLICIDADE

Lima

Astrid y Gastón deu status internacional à cozinha peruana

ver comentários
Publicidade

Apesar de não contar com a variedade de restaurantes de São Paulo e nem com o charme dos estabelecimentos de Buenos Aires, Lima pode ser considerada uma das capitais gastronômicas da América Latina. Essa fama se explica, em parte, pela exótica combinação de sabores e texturas da culinária local, mas se deve, em boa medida, a um único restaurante: Astrid y Gastón.

Criado em 1994 pelo renomado chef Gastón Acurio, o Astrid y Gastón foi considerado o 35º melhor restaurante do mundo em 2012
Criado em 1994 pelo renomado chef Gastón Acurio, o Astrid y Gastón foi considerado o 35º melhor restaurante do mundo em 2012
Foto: C-Monster/Creative Commons

O local foi fundado em 1994 pelo renomado chef Gastón Acurio, que aposta na fórmula de oferecer pratos da tradicional culinária andina de uma maneira moderna e atraente. E a casa reflete perfeitamente essa filosofia. Localizado no sofisticado bairro de Miraflores, o estabelecimento fica em uma propriedade bastante discreta e agradável.

Não se deixe enganar, no entanto, pela simplicidade do ambiente: ali funciona um dos 50 melhores restaurantes do mundo de acordo com o ranking elaborado anualmente pela revista britânica “Restaurant”, uma das mais respeitadas publicações gastronômicas do planeta. Em 2011 a casa ficou em 42º lugar, e em 2012 subiu para a 35a posição.

O chef Gastón Acurio abusa da variedade de ingredientes existentes no Peru, país que conta com mais de 80 dos 114 ecossistemas do planeta. A grande atração da casa é o menu de 12 tempos. Trata-se de uma degustação de três horas que leva o cliente a fazer uma viagem gastronômica por todas as regiões do país, saboreando pratos das três grandes vertentes da cozinha peruana: chifa, de inspiração chinesa; nikkei, de matriz japonesa; e criolla, tipicamente andina.

Quem prefere pedir à la carte pode experimentar algumas das especialidades do cardápio, como o polvo al cillindro, o ceviche del amor (moluscos e crustáceos marinados), e o paiche (pirarucu) orgullo amazónico.

Com todos esses atrativos, a fama do restaurante ultrapassou as fronteiras do país e hoje o Astrid y Gastón tem filiais no Chile, na Colômbia, na Venezuela, na Espanha, no México e na Argentina. Mais do que isso, atualmente Gastón Acurio é um dos chefs mais respeitados do mundo, e o modesto empreendimento lançado há menos de duas décadas deu origem a uma rede que inclui vários outros restaurantes. Um deles é o La Mar, casa especializada em ceviche (prato típico peruano feito com frutos do mar marinados em suco de frutas cítricas) que tem filiais nos Estados Unidos, no Panamá, na Colômbia e no Brasil. No total a rede Acurio Restaurantes conta com 40 estabelecimentos ao redor do globo.

Mesmo tendo ganhado tanta notoriedade, o Astrid y Gastón ainda preserva as características que fizeram sua fama e é um programa imperdível para quem vai a Lima e quer conhecer um pouco da rica cozinha peruana.

Fonte: PrimaPagina
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade