PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiros › Navios e Roteiros

Cruzeiro nuclear e cidade flutuante; veja 10 navios curiosos

Indústria de cruzeiros oferece opções distintas e até excêntricas para transporte de passageiros

3 jun 2015 08h00
ver comentários
Publicidade

Já imaginou navegar em um quebra-gelo movido por reatores nucleares? Ou que tal a bordo de um cargueiro, repleto de containers? O mundo dos cruzeiros está cheio de embarcações e formas de viajar curiosas. Desde os transatlânticos modernos que batem recordes de tamanho e são praticamente megalópoles em alto-mar até navios de uso comercial que foram transformados em embarcações de passageiros, ou excentricidades como reconstruir um clássico que naufragou, as possibilidades para uma viagem marcante e diferente são diversas. Confira 10 opções de cruzeiros curiosos.

Maior cruzeiro do mundo – Se navios de cruzeiro fossem realmente cidades flutuantes, como se costuma dizer, o Allure of the Seas seria a megalópole entre eles. A embarcação da Royal Caribbean International é atualmente a maior do mundo, com 361,79 metros de comprimento e 225,282 toneladas brutas. Mas não é só isso que faz do Allure uma megacidade em alto-mar. Dentro dele os hóspedes podem explorar sete bairros temáticos, com uma série de restaurantes, atividades como teatro, brinquedos e parques que contam até com plantas e árvores verdadeiras.

Maior veleiro de cruzeiro – Inspirado no maior veleiro já construído, o lendário Preussen, inaugurado em 1902, a Star Clippers encomendou o Royal Clippers, atualmente o maior veleiro de cruzeiros do mundo. Inaugurado em 2000, o navio conta com 133,80 metros de comprimento e pesa 5 mil toneladas. Sua propulsão é garantida por cinco mastros e 42 velas, além de motores a diesel. Por não ser tão grande quanto um transatlântico comum, ele tem a vantagem de poder atracar em portos menores e menos visitados.

Quebra gelos nuclear de cruzeiro - Já imaginou navegar a bordo de um quebra-gelos nuclear? Pois existem algumas companhias de cruzeiro especializadas em expedições que oferecem isso. O 50 Years of Victory é um desses navios e se destaca por ser o maior do seu tipo no mundo. Em atuação pela Quark Expeditions, este navio pode navegar através de camadas de gelo de até 2,5 metros de profundidade.

Quebra gelos nuclear é um dos diferentes tipos de navios de cruzeiros
Quebra gelos nuclear é um dos diferentes tipos de navios de cruzeiros
Foto: Quark Expeditions/Divulgação

Tugboat de cruzeiros – Um tugboat – navio de manobra - geralmente é usado na indústria de cruzeiros para ajudar na navegação dos navios de passageiros. Só que a companhia canadense Maple Leaf Adventures resolveu pegar o Swell, um tugboat clássico de 102 anos, e reformá-lo para que ele faça cruzeiros. O navio de 26 metros de comprimento é feito de madeira e tem capacidade para apenas 10 hóspedes. Durante 92 anos, prestou serviços de manobra para a Victoria Tug and Barge Company.

Titanic II – Nenhum navio de cruzeiros foi mais marcante do que o Titanic. O glamouroso transatlântico, que em sua primeira viagem naufragou ao se chocar com um iceberg, tem uma história trágica e que já rendeu até filme recordista em prêmios e até hoje desperta fascínio. Pois um bilionário australiano achou que seria uma boa ideia construir um cruzeiro quase idêntico ao navio e batizá-lo como Titanic II. Prometido para 2016, seu desenho é idêntico ao original, mas a tecnologia usada é a atual e todos os sistemas de segurança serão modernos (boa parte deles instituídos justamente depois do desastre de 1912). Outra curiosidade é que sua viagem inaugural repetirá o roteiro do seu irmão mais velho, entre Saouthampton, na Inglaterra, e Nova York, nos Estados Unidos, onde o Titanic jamais atracou.

Navio da Rainha – Originalmente um ferry que transportou durante 25 anos passageiros e carros, o Hebridean Princess, da companhia Hebridean Island Cruises, virou símbolo de sofisticação quando reformado em 1989 e transformado em navio de cruzeiros. Uma das curiosidades do navio para apenas 50 passageiros é que a própria Rainha da Inglaterra, Elizabeth II, é uma de suas admiradoras. Ela já fretou-o duas vezes para passar as férias com a família real britânica.

Menor navio – Se você acha que navios de cruzeiro são muito cheios e prefere mais exclusividade, o Premium Valentine é o ideal. Esse navio operado pela Indochina Sails possui apenas duas cabines, cada uma delas com 22 metros quadrados. Com roteiros curtos no Vietnã, o Premium Valentine é um navio para viagens extremamente luxuosas, que conta com cabines decoradas com madeira de lei, grandes janelas e banheiros em mármore, além de jacuzzi exclusiva.

Propulsão por pás – Muito comum no passado, a propulsão por pás é uma técnica antiga e pouco usada atualmente para cruzeiros. Pois em 2016 a Croisi Europe lançará o MS Elbe Princesse, navio fluvial que navegará o ano inteiro pelo Rio Elbe, na Alemanha, movido por esse sistema. O curioso método de propulsão foi adotado pela companhia nesta embarcação justamente por ser a única forma encontrada para que se pudesse trafegar pelo Elbe ininterruptamente, já que as rodas de pás permitem que o navio se mova pelo rio mesmo quando o nível de água está muito baixo.

Maior barco a vapor - Uma forma clássica de navegar eram os barcos a vapor. Atualmente, algumas companhias oferecem essa possibilidade, como é o caso da American Queen Steamboat Company, dos Estados Unidos, dona do maior navio desse tipo no mundo, o American Queen. Com design das embarcações clássicas da era Vitoriana norte-americana e sua opulência, uma viagem a bordo pelo Mississippi é uma forma de voltar no tempo.

Cruzeiro em navio cargueiro – Já imaginou navegar num navio repleto de containers? É possível, e mais comum do que parece. Diversas companhias de carga também oferecem vagas para passageiros em cruzeiros a bordo de seus navios. Essas embarcações, claro, oferecem uma experiência bem diferente dos cruzeiros comuns. Primeiro porque não há muitas atividades disponíveis a bordo, já que o principal objetivo é o transporte de cargas. Segundo porque são poucas vagas para hóspedes, o que torna a viagem bem mais silenciosa e calma. Apesar disso, as refeições a bordo costumam ser de alto padrão e o hóspede ainda está sempre em contato com a equipe e o capitão.

Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada

 

 

Fonte: Canarinho Press
Publicidade
Publicidade