PUBLICIDADE

Argentina no inverno: conheça estações para esquiar

Temporada de neve na Argentina vai até em média a terceira semana de setembro com pequenas variações entre as estações de esqui

11 jul 2018
10h00 atualizado às 12h20
0comentários
10h00 atualizado às 12h20
Publicidade

No trajeto entre Villa La Angostura e a estação de esqui Cerro Bayo, o papo animado foi interrompido de imediato quando nos aproximamos da montanha. Os quatro ocupantes do carro não se importaram com o vento frio que soprava do lado de fora do veículo; abrimos imediatamente as janelas. Estávamos aos pés do cerro; rapidamente descemos do carro para ver a neve que havia começado a cair, fina e clara.

Turmas e famílias movimentam o Cerro Chapelco.
Turmas e famílias movimentam o Cerro Chapelco.
Foto: Divulgação / Estadão

Ao nosso redor, adultos e crianças iam repetindo o movimento. Em instantes, o pátio de entrada da estação ficou tomado por pessoas hipnotizadas. Alguns arriscaram tirar as luvas para fazer fotos, outros, num gesto quase instintivo, abriam a boca e tentavam sentir o gosto dos pequenos flocos gelados que pousavam na língua. Me entreguei a essa coreografia maluca e quase esqueci do frio.

A cena se repetiu outras vezes ao longo dos dias, durante a viagem pela Patagônia argentina. Brincar na neve e olhar boquiaberta para o céu foram momentos recorrentes nos quatro dias que passei entre a cidade de San Martín de Los Andes, base para aproveitar as delícias da estação de esqui de Cerro Chapelco, e Villa la Angostura, ponto de partida para deslizar pelas pistas do Cerro Bayo.

Localizadas na província de Neuquén, distantes 110 quilômetros uma da outra e a cerca de 1.500 de Buenos Aires, as duas estações de esportes de neve têm em comum um clima bucólico e mais intimista que a famosa e badalada Bariloche - também ali por perto, ao sul. Visite as duas cidades e se desloque entre elas pela Rota 40, conhecida como Caminho dos Sete Lagos. Como o nome diz, a estrada que corta as montanhas é cercada por maravilhosos lagos, um espetáculo visual. Há mirantes em todos eles, e nem o frio desanima os turistas de admirarem a beleza das montanhas andinas refletidas nas águas calmas e geladas.

A temporada de neve na Argentina acaba de começar. Vai até a terceira semana de setembro, em média, com pequenas variações entre as estações. Confira as novidades e os destaques de cada uma delas a seguir.

*VIAGEM A CONVITE DE INSTITUTO NACIONAL DE PROMOCIÓN TURÍSTICA.

Dicas para esquiar em Bariloche

Bariloche tem a maior estação do Hemisfério Sul
Bariloche tem a maior estação do Hemisfério Sul
Foto: Emprotur / Divulgação

Dicas para esquiar em Las Lenas

As pistas de Las Leñas são boas para iniciantes e crianças
As pistas de Las Leñas são boas para iniciantes e crianças
Foto: Interpoint / Interpoint

Dicas para esquiar em Ushuaia

Pela segunda vez, Cerro Castor terá festa comandada por DJs brasileiras Foto: Cerro Castor
Pela segunda vez, Cerro Castor terá festa comandada por DJs brasileiras Foto: Cerro Castor
Foto: Cerro Castor / s

Dicas para esquiar Chapelco

Mirante Arrayanes em San Martín de los Andes
Mirante Arrayanes em San Martín de los Andes
Foto: Efraín Dávila/Le Mot Comunicaciones

Dicas para esquiar Cerro Bayo

Lago Nahuel Huapi em Villa la Angostura
Lago Nahuel Huapi em Villa la Angostura
Foto: Inprotur

Veja também:

Corrida radical de esqui no gelo tem decolagens e trombadas:

 

Estadão
Publicidade
Publicidade