PUBLICIDADE

Além da passagem aérea: 5 benefícios 'secretos' dos programas de milhas

Entenda como obter vantagens em produtos e serviços através do acúmulo de pontos e saiba quais deles valem a pena

20 out 2023 - 14h28
(atualizado às 14h29)
Compartilhar
Exibir comentários
Hospedagem é um benefício ainda pouco conhecido de programas de milhas, além de voos
Hospedagem é um benefício ainda pouco conhecido de programas de milhas, além de voos
Foto: iStock

Comprar passagens aéreas mais baratas: é este o benefício que passa na cabeça da maior parte das pessoas quando o assunto é juntar milhas. Mas a verdade é que, sabendo usar os programas de vantagens, é possível obter descontos em uma variedade de produtos e serviços, até aqueles que fazem parte da rotina.

Veja a seguir os benefícios menos conhecidos que são oferecidos pelas empresas:

Aluguel de carros

É possível usar as milhas para abater completa ou parcialmente o valor do aluguel de um veículo. A quantia necessária para fazer negócio varia de acordo com o modelo do carro: quanto mais popular, menos milhas serão usadas. Se os pontos não forem suficientes para completar a conta, é possível pagar a diferença em dinheiro.

Delivery, transporte e abastecimento

Dependendo do programa de vantagens, as milhas podem ser trocadas por créditos em aplicativos como Uber e iFood. As condições de uso e os valores ficam especificados nas descrições dos sites. Quanto maior for o voucher, mais milhas é necessário desembolsar. Depois de efetuar a compra, basta informá-lo no app e o preço do serviço cai automaticamente. Alguns postos de abastecimento oferecem este mesmo benefício.

Roupas, cosméticos, eletrônicos e produtos para a casa

Grandes redes de lojas têm parcerias com os programas de vantagens, possibilitando a compra de roupas, acessórios, produtos de beleza, eletrônicos, eletrodomésticos, móveis, utensílios de cozinha e itens de decoração por meio das milhas. É possível efetuar o pagamento completo através delas ou usá-las para abater parte do valor e completar o restante em dinheiro.

Ingressos para passeios e shows

Alguns programas oferecem a possibilidade de trocar as milhas por ingressos para shows, peças de teatro, apresentações de dança e parques de diversão. A vantagem é que dá tanto para aproveitar estes passeios na própria cidade, quanto se programar para ir aos eventos durante uma viagem nacional ou internacional.

Hospedagens em hotéis e conforto nas viagens

Outra possibilidade é usar as milhas para realizar reservas em hotéis que sejam parceiros do programa ou transferir as milhas para clubes de assinatura de hotéis, que oferecem descontos para clientes cadastrados.

Além disso, é possível desfrutar de mais conforto durante as viagens. Os clubes de fidelidade das companhias aéreas têm diferentes níveis: clientes das categorias mais altas normalmente têm direito a embarque prioritário, podem escolher melhores assentos nos aviões, levar bagagem extra e frequentar salas VIP nos aeroportos.

Aluguel de veículos é mais um benefício secreto de programas de milhas
Aluguel de veículos é mais um benefício secreto de programas de milhas
Foto: iStock

Quando compensa pagar com milhas?

O Terra consultou especialistas em milhas aéreas para responder a pergunta. Na visão de Rodrigo Goés, educador financeiro, pode ser mais vantajoso efetuar o pagamento de produtos e serviços cotidianos de forma tradicional (no cartão de crédito, débito ou PIX), mas através do clube de vantagens, e deixar o uso dos pontos para ocasiões especiais.

“Dessa maneira, a pessoa acumula mais milhas no programa e, no futuro, pode fazer a troca por itens valiosos, como passagens para destinos caros. Existe ainda a possibilidade de vendê-las e transformá-las novamente em dinheiro”, recorda.

Porém, de maneira geral, os critérios de quando vale a pena pagar por uma compra com as milhas são subjetivos. Se elas estiverem próximas da data de expirar, por exemplo, sempre vale a pena usá-las, para não perder o acesso ao benefício.

Além disso, elas podem ajudar na organização financeira. Se o dinheiro está mais apertado durante um mês e é necessário fazer uma compra de urgência, as milhas podem abater parte do valor do aparelho novo, como uma geladeira ou um celular. “A maior vantagem delas é a flexibilidade”, indica Marcelo Rubles, educador financeiro.

Para ele, o importante é aproveitar os benefícios de forma estratégica e dominar as regras de uso. “O mais comum é que a pessoa acumule pontos usando o cartão de crédito. No entanto, nas plataformas dos bancos, o uso dos pontos é restrito e não compensa”, adianta.

O ideal, portanto, é transferir essa pontuação para um programa de vantagens, transformando os pontos em milhas aéreas. E, a partir de então, efetuar as trocas por passagens, produtos ou serviços. Como são diversas opções no mercado --tais como Livelo, Smiles, Clube Azul e Latam Pass--, Denniego Araújo, administrador, indica fazer uma pesquisa antes de tomar a decisão.

“É preciso ter os objetivos bem definidos: você pretende utilizar as milhas para viagens ou compras? Se a intenção é viajar, o destino já está definido? Qual das companhias aéreas atende melhor à região na qual você mora? Vale a pena responder a estas perguntas e estudar sobre as vantagens de cada programa antes de transferir os pontos”, indica.  

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade