PUBLICIDADE

Treino para ganhar equilíbrio e dar estabilidade ao corpo

De acordo com profissional, quanto mais fraca a musculatura, maior é a pressão sobre ossos e articulações, levando à perda de equilíbrio

10 jun 2024 - 12h36
Compartilhar
Exibir comentários

Você já reparou que seu corpo ativa diversos músculos - 400, de acordo com a ciência! - quando está em situações que demandam estabilidade, como fazer uma caminhada ou andar de ônibus em pé, por exemplo? É por esse motivo que profissionais da saúde têm indicado a prática de treino para ganhar equilíbrio como uma forma de prevenir lesões e promover maior qualidade de vida.

Confira o vídeo com sugestão de treino para ganhar equilíbrio
Confira o vídeo com sugestão de treino para ganhar equilíbrio
Foto: Freepik/Divulgação / Boa Forma

Ao reunir estudos produzidos no mundo inteiro, pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP criaram um guia de exercícios inédito, visando maximizar capacidades funcionais e motoras do corpo humano. No trabalho, eles destacaram o papel dos músculos como uma espécie de "liga" indispensável para que nossas estruturas funcionem da maneira mais eficiente possível.

"Partindo do pressuposto de que a estabilidade é a habilidade do sistema neuromuscular, (...) é possível dizer que a ação muscular é necessária para que o sistema consiga vencer a força da gravidade ou qualquer outra perturbação externa", aponta um trecho do guia.

Isso, portanto, quer dizer que quanto menor a força muscular, maior é a pressão gerada sobre os ossos e articulações, o que, por conseguinte, aumenta suas exposições a traumas e desgastes.

Treino para ganhar equilíbrio

De acordo com Lucas Florêncio, treinador da Smart Fit, essa dinâmica de funcionamento do corpo apontado pelo guia faz com que a falta de cuidado preventivo com os músculos estabilizadores - sobretudo os do core, como lombar e abdômen, e os de membros inferiores como joelho e tornozelo -, se traduza ao longo do tempo em dores crônicas e limitações de movimento.

"Por isso a importância dos exercícios de força. Eles naturalmente promoverão adaptações como melhora do tônus muscular, coordenação inter e intramuscular", afirma o especialista, destacando a existência de trabalhos específicos mirando a melhora do equilíbrio funcional do corpo.

"Quando falamos de membros inferiores, é importante que os exercícios sejam realizados em todos os planos de movimentos possíveis para as articulações. Já quando falamos do core, destacam-se os exercícios em bases instáveis, pois eles promovem estímulos significativos para o recrutamento dos músculos", completa.

Como explica o profissional, as técnicas a serem aplicadas irão variar de caso a caso, mas salienta os bons resultados dos trabalhos de isometria, já que estes simulam em bom grau a maneira como nossos músculos são exigidos durante as atividades motoras.

Para quem quer ter uma base de como se exercitar para ter mais estabilidade corporal, Florêncio ensina no vídeo abaixo alguns movimentos de treino para ganhar equilíbrio. Confira:

Boa Forma
Compartilhar
Publicidade
Publicidade