Clareamento a laser: especialista tira as principais dúvidas

Muitas pessoas desejam ter os dentes mais claros e, felizmente, há diversas técnicas para solucionar a questão

14 ago 2020
10h00
  • separator
Foto: Pexels

Muitas pessoas desejam ter os dentes mais claros e, felizmente, há diversas técnicas para solucionar a questão. Uma delas é o clareamento a laser e, para tirar as principais dúvidas a respeito, conversamos com o dentista Ben Hur Eiki Morimatsu, da OdontoCompany.

Como funciona o clareamento a laser?
É utilizado um gel clareador, à base de peróxido de hidrogênio ou carbamina que é aplicado no dente e tem o poder de quebrar as moléculas de pigmentos que vêm, principalmente, da alimentação. Os resíduos de comida penetram o esmalte dentário, camada dental mais externa e porosa, e chegam à dentina, onde ficam depositados.A partir do momento em que o produto entra em contato com o dente, ele é absorvido e quebra as moléculas de cor da dentina. Tal processo tem como resultado o clareamento do dente. O laser serve  para potencializar os resultados.

Para quais casos ele é recomendado? 
Há poucas contraindicações para o procedimento: geralmente, pessoas como boa saúde bucal estão aptas ao clareamento dental.

Existem contraindicações para seu uso? Quais? 
Não é indicado para gestantes e lactantes, pessoas com hipersensibilidade dental, pessoas com doenças que afetam o desenvolvimento dentário, como amelogênese completo e dentinogênese, pessoas com problemas bucais, como cáries ou periodontite. Ou ainda em casos de dente quebrado, gastos ou com exposição da dentina.

Quanto tempo dura o efeito de um clareamento a laser e com que periodicidade é possível repeti-lo? 
Os resultados duram cerca de um ano, em não fumantes. Caso a pessoa seja fumante precisará refazer o procedimento em 6 meses, aproximadamente.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
publicidade