Veja quais são os maiores causadores da erosão dentária

Consumo de sucos cítricos e refrigerantes estão no topo da lista

18 mai 2017
07h00

Problema cada vez mais comum entre os brasileiros, a erosão dentária ocorre quando substâncias ácidas desgastam o esmalte dos dentes. Além de prejudicar a saúde bucal e deixar os dentes desprotegidos, a mastigação também pode ser comprometida, caso não seja feito um tratamento adequado.

Segundo os dentistas, o aumento no consumo de refrigerantes é o principal motivo para o aumento no número de casos de erosão dentária. De acordo com pesquisas, estima-se que o brasileiro consuma 70 litros de bebidas gaseificadas por ano. Ingerir altas quantidades de sucos de limão, laranja, abacaxi e morango, assim como isotônicos e energéticos, também aumenta o risco de apresentar o problema.

Foto: successo images / Shutterstock.com

Veja outros fatores que causam a erosão dentária:

- Doenças no estômago: quem sofre com refluxo gastroesofágico, presente em doenças como a bulimia por exemplo, pode ter os dentes afetados. Isso porque os substratos estomacais que fazem a digestão vão parar na boca e corroem a região.

- Consumo de remédios: determinados antibióticos líquidos, medicamentos com ácido acetilsalicílico em sua fórmula, xaropes infantis e a vitamina C efervescente podem contribuir para a erosão dentária.

- Drogas ilícitas: usuários de cocaína geralmente friccionam o pó na gengiva e nos dentes, prejudicando o esmalte. Acredita-se que o ecstasy também afete a saúde bucal.

- Poluição: estudos indicam que morar em regiões com alto índice de poluição atmosférica aumenta o risco de apresentar o problema.

- Natação: quem pratica o esporte com muita frequência passa um bom tempo treinando em piscinas tratadas com cloro. A água com baixo pH é um fator que predispõe a erosão.

FF

compartilhe

publicidade
publicidade