Tortura? Conheça os aparelhos mais assustadores da história

Originários no século 18, o acessório evoluiu muito e, hoje em dia, é praticamente invisível

28 out 2020
10h00
  • separator
Foto: Unplash

Os primeiros aparelhos ortodônticos eram bem diferentes do que conhecemos atualmente. Originários no século 18, quando o francês Pierre Fauchard criou o bandeau, feito com metal pesado e em formato de ferradura, o acessório evoluiu muito e, hoje em dia, é praticamente invisível. Para se ter uma ideia, os famosos braquetes foram criados em 1928 por Edward Angle. No entanto, o modelo conhecido atualmente só foi aperfeiçoado em 1997. Veja, abaixo, os dispositivos que mais pareciam objetos de tortura e como ele evoluíram ao longo da história.

Bandeau
O primeiro aparelho da história foi criado em 1728 pelo o cirurgião dentista francês Pierre Fauchard. A tira, modelada em forma de arco, foi projetada para expandir e alinhar a arcada dentária. E aí, encararia?

Aparelho móvel de tração extrabucal
Em 1866, o norte-americano Norman Kingsley criou o o aparelho móvel de tração extrabucal, que foi adaptado ao longo dos anos e foi utilizado até meados dos anos 90.

Arco E
Em 1890, o norte-americano Edward Hartley Angle criou chamado Arco E, composto por um fio pesado ancorado por duas bandas de latão parafusadas nos pré-molares.

Pino e Tubo
Após uma série de experimentos, Angle criou o aparelho Pino e Tubo, em 1911, que permitia melhor controle individual dos dentes.

Arco de Cinta e Edgewise
Em 1915 e 1928, Angles criou o Arco de Cinta e o Edgewise, respectivamente. Nessa mesma época também foram criados os braquetes, base para o aparelho fixo usado atualmente.

Aparelho lingual
O aparelho lingual surgiu nos anos 70 em Beverly Hills, na Califórnia, Estados Unidos, por exigência do mercado: a clientela formada por estrelas de Hollywood pediram por um sorriso mais clean.

Aparelhos invisíveis 
Em 1999, a Align Technology lançou os primeiros alinhadores transparentes. Em 2015, a desenvolveu o iTero®, aparelho que escaneia a boca do paciente e mostra o resultado do tratamento já na primeira consulta. Atéo momento, mais de 5 milhões de pessoas já aderiram aos alinhadores ortodônticos transparentes.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
publicidade