Só adulto pode ter bruxismo? Descubra como tratar

Doença é associada ao estresse em 100% dos casos

19 nov 2018
08h00

Apesar de ser mais frequente entre os 15 e 40 anos, o bruxismo pode afetar pessoas de todas as idades. Durante a infância, o problema é mais comum na fase das trocas dentárias. A mania involuntária de ranger dos dentes é um mal que atinge 20% das crianças e sua incidência aumenta de acordo com o crescimento infantil.

Algumas pessoas têm termômetro psicológico na boca. O estresse pode ter sua origem em fatores internos e externos. Os fatores internos podem ser os alimentos que você consome, seu nível de preparo físico, sua estabilidade emocional, estado de saúde geral, nível de bem-estar e o número de horas que você dorme todas as noites. Os fatores externos relacionados com o estresse psicológico têm a ver com o ambiente em que você vive, sua interação com as pessoas quando está em casa e a maneira em que você enfrenta os desafios do dia-a-dia.

Foto: Shutterstock.com


 
Consequências:
- Desgaste do esmalte dentário e até mesmo da dentina;
- Quebra dos dentes e próteses;
- Sensibilidade dentinária;
- Dor e mobilidade dos dentes;
- Dor facial devido à força com que os músculos maxilares são pressionados;
- Dor de cabeça;
- Fadiga facial geral;
- Dor na articulação temporomandibular
- Tratamento
 
Os portadores de bruxismo devem procurar a ajuda de um especialista para determinar a causa do problema. O dentista pode recomendar o uso de placas oclusais para evitar a pressão ou o ranger de dentes durante o sono. Além disso, o dentista pode sugerir formas de reduzir o estresse e, portanto, o nível de bruxismo. Você pode também evitar alimentos como chocolate e bebidas que contenham cafeína e álcool. Evite mastigar com muita força e peça a seu dentista ou cirurgião maxilofacial que lhe indique alguns exercícios para relaxar os músculos maxilares durante o dia. Se seu caso dor de um bruxismo for mais severo, o especialista pode recomendar o uso de placa oclusal, assim como prescrever medicamentos para que você relaxe ou durma melhor. Seu dentista pode ajudá-lo a descobrir causa e a amenizar este problema.

Fonte: FF

compartilhe

publicidade
publicidade