5 fatos sobre o clareamento que você não sabe

Muitas pessoas sonham com o sorriso branco e recorrem a diversas formas para deixar os dentes mais claros

5 ago 2020
10h00
  • separator
Foto: Pexels

Muitas pessoas sonham com o sorriso branco e recorrem a diversas formas para deixar os dentes mais claros. De soluções caseiras a técnicas profissionais, há diversas maneiras de clarear os dentes. O tratamento também é indicado para quem deseja remover manchas e o amarelamento causado por fatores externos, como alimentação e nicotina.

Descubra, abaixo, algumas curiosidades sobre o clareamento dental.

1- O clareamento não muda a cor dos dentes
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o clareamento não altera a cor do esmalte. O que a técnica faz é deixar a dentição mais clara, ou seja, se o tom original dos dentes é cinza, eles ficarão apenas mais claros e não exatamente brancos.

2- Há diversas formas de clarear a dentição
Os dentes podem ser clareados em casa (com a instrução de um dentista), com laser, com LED ou da forma convencional, feito através de um gel. Cabe ao profissional da área determinar qual o procedimento mais adequado ao paciente.

3- Alguns alimentos são proibidos durante o clareamento
Como os dentes ficam mais permeáveis durante o procedimento, determinadas comidas podem manchar a dentição, como café, beterraba, vinho tinto, chás escuros, suco de uva e açaí, entre outros.

4- O clareamento tem prazo de validade
Nenhum clareamento dura a vida toda e, justamente por isso, pode ser refeito de tempos em tempos. Dependendo dos hábitos e da higiene bucal da pessoa, o procedimento pode permanecer até 3 anos.

5- Há contraindicações
Embora o clareamento seja seguro, ele é contraindicado para menores de 15 anos, gestantes, pessoas com cáries ou restaurações irregulares. Em caso de dúvidas, consulte um dentista.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
publicidade