Homens e mulheres: as quatro diferenças em saúde bucal

26 dez 2017
08h00

Já foi estudado e está documentado: o gênero influencia na saúde bucal. Pesquisas realizadas ao longo dos últimos anos mostraram, por exemplo, que as mulheres têm mais problemas na boca do que os homens. O motivo? As alterações hormonais que elas sofrem ao longo da vida devido às questões reprodutivas deixam a cavidade oral mais suscetível a diversos problemas.

Foto: Thinkstock

Entretanto, as diferenças também se dão a nível anatómico. A seguir, lhes contamos os quatro motivos que fazem com que o sorriso de homens e mulheres apresentem tantas diferenças:

Anatomia: o diâmetro dos dentes de um homem é maior que o de uma mulher. A língua deles também é, via de regra, maior do que a delas. 

Stress: a incorporação das mulheres no mercado de trabalho, somada à função materna, aumentou o número de mulheres que sofrem de stress, condição que aumenta a incidência de cáries e outras doenças bucais.

Mudanças hormonais: as variações hormonais ao longo da vida afetam mais as mulheres do que os homens. Gravidez e menopausa são períodos que enfraquecem a saúde bucal e, portanto, o cuidado deve ser redobrado.

Idade: a diferença nos problemas de saúde entre homens e mulheres se alarga à medida que envelhecemos. As mulheres mais velhas são mais propensas à perda de dentes do que os homens.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade
publicidade