Homens das cavernas usavam aspirina para dor de dente

Medicamento já era utilizado por Neandertais há quase 50.000 anos

28 mar 2017
16h00
atualizado às 16h08

História da humanidade? A resposta é simples: ele tomava aspirina! – ou algo muito parecido com isso.

Cientistas fizeram a descoberta enquanto analisavam a mandíbula fossilizada de um jovem Neandertal. O fóssil tinha sinais de danos causados por abscessos e resquícios de que o homem havia ingerido um fungo antibiótico chamado Penicillium e mastigado pedaços de folha de álamo que continham ácido salicílico, o principal ingrediente da aspirina que conhecemos hoje em dia.

Ao que tudo indica, os “homens das cavernas” possuíam muito conhecimento sobre plantas medicinais e se automedicavam com ervas anti-inflamatórias e analgésicas.
Ao que tudo indica, os “homens das cavernas” possuíam muito conhecimento sobre plantas medicinais e se automedicavam com ervas anti-inflamatórias e analgésicas.
Foto: Procy / Shuttestock

Parece que nossos antigos ancestrais eram mais inteligentes do que pensávamos.

FF

compartilhe

publicidade
publicidade