Dentes ajudarão a definir comportamento humano pré-colonial

“Conseguimos informações sobre tipo de dieta que eles usavam, nível geral de estresse e saúde das populações e até informações culturais".

4 abr 2017
08h00

Um estudo inédito de materiais biológicos vai ajudar pesquisadores brasileiros a entenderem o comportamento do humano pré-colonial. Foram encontradas ossadas humanas em cerca de 50 sítios arqueológicos de diversas regiões da Amazônia.

De acordo com a arqueóloga responsável pelo trabalho, Cláudia Cunha, esses ossos já estavam há muito tempo no museu Goeldi, do Pará, mas ainda não haviam sido estudados. A análise a partir da antropologia dentária é a que mais garante informações sobre civilizações e o passado.

50 sítios arqueológicos foram encontrados na Amazônia
50 sítios arqueológicos foram encontrados na Amazônia
Foto: Marques / Shutterstock.com

Além de estimar a idade da morte, os dentes guardam informações gerais sobre padrões culturais ou de estética, o tipo de dieta adotado e o nível geral de estresse e saúde das populações antigas.

Com o levantamento, o museu construirá uma base de dados sobre a morfologia dentária original de populações ameríndias. O material começou a ser analisado e ainda não há prazo para o término da pesquisa.

FONTE: EBC/Radioagência Naciona l

FF

compartilhe

publicidade
publicidade