Dente é o melhor caminho para identificar sexo de fóssil

Descoberta muda a maneira de fazer testes de DNA

20 nov 2018
09h00

Por muitos anos medir a estrutura da pélvis era a melhor maneira de determinar o sexo de um fóssil. Porém isso não funcionava direiro com crianças e adolescentes já que a estrutura óssea ainda não se desenvolveu até o final. O processo de análise de DNA acabava saindo muito caro e nem sempre um caminho viável.

Foto: Divulgação

 

Foi então que pesquisadores da Universidade da Califórnia conseguiram com o exame de espectometria de massas uma alternativa para essa descoberta. E para isso basta apenas um DENTE! Assim os cientistas conseguem medir a quantidade de ameloblastos (proteína desenvolvida no surgimento do esmalte dentário). Como a composição de um ameloblasto é diferente entre homens e mulheres, a diferenciação é possível de ser feita

Fonte: FF

compartilhe

publicidade
publicidade