PUBLICIDADE
Logo do

Novidades

Antibiótico antes de procedimento pode evitar endocardite

10 jan 2014
07h10 atualizado às 07h10
07h10 atualizado às 07h10
Publicidade

Segundo a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD), pesquisas mostram que 40% das endocardites bacterianas têm origem em problemas bucais e poderiam ser evitadas somente com os cuidados básicos de higiene e idas frequentes ao dentista.

A endocardite ocorre quando bactérias atingem o endocárdio, camada interna do coração. A gengiva com ferimento ou inflamada pode ser a porta de entrada para esses micro-organismos caírem na corrente sanguínea.

Um meio de evitar a contaminação é tomar antibióticos depois de procedimentos cirúrgicos, como extração de ciso e colocação de implantes dentários. “É indicado também como forma preventiva em cirurgias peridontais (gengiva)”, diz Tatiana Presti, cirurgiã-dentista da Sorridents. 

 “Caso o paciente opte pode não tomar o medicamento, ele assumirá o risco de complicações pós-operatórias, além de poder sofrer graves infecções em outros órgãos”, afirma Ana Carolina Martinez, dentista da Sorridents.

Prevenção
Para proteger a boca e o coração, a melhor forma é não abrir mão de uma higiene bucal adequada depois de todas as refeições. Escova, fio dental, escova interdental e limpador de língua, não podem faltar.

Fonte: Agência Beta Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados. Fonte: Terra
Publicidade