PUBLICIDADE

Saiba o que é erisipela, infecção que levou Evaristo Costa ao hospital

Jornalista já recebeu alta médica, mas precisou adiar voo para Inglaterra por conta do tratamento

24 nov 2023 - 14h54
Compartilhar
Exibir comentários
Evaristo Costa sofre erisipela e celulite
Evaristo Costa sofre erisipela e celulite
Foto: Reprodução/ Instagram @evaristocostaoficial

Evaristo Costa precisou ser hospitalizado na quarta-feira (24) após sofrer uma infecção na pele. Durante o atendimento, o jornalista explicou seu quadro clínico para os seguidores do Instagram.

"Erisipela e celulite são dois tipos de infecção na pele. As duas causam vermelhidão, dor e inchaço. A erisipela atinge as camadas mais superficiais da pele e a celulite atinge as camadas mais profundas e também a camada de gordura que fica embaixo da pele", detalhou.

Evaristo não demorou a receber alta médica, mas o tratamento o obrigou a adiar seu retorno à Inglaterra. "Fui proibido de viajar com essa infecção na perna. Há risco num voo muito longo". Por isso, ele segue hospedado em um hotel de São Paulo.

• O que é erisipela? Como explica o Ministério da Saúde, erisipela é um processo infeccioso da pele, provocado por uma bactéria que se propaga através dos vasos linfáticos. Não se trata de uma doença contagiosa e pode acometer pessoas de qualquer idade. Alguns grupos, no entanto, estão em maior risco. É o caso dos diabéticos, obesos e portadores de deficiências das veias dos membros inferiores.

• Quais os sintomas da doença? As pessoas infectadas podem desenvolver sintomas comuns a outros quadros de infecção, como calafrios, febre alta, fraqueza, dor de cabeça e náuseas. Quanto às alterações na pele, as mudanças podem surgir logo nos primeiros dias. O local mais frequente é as pernas, mas as marcas podem aparecer também na face e no tronco. A intensidade varia de pessoa para pessoa, podendo ir da simples vermelhidão à formação de bolhas e feridas por necrose da pele.

• Quais os riscos associados? De acordo com a pasta da Saúde, a sequela mais comum é o linfedema, tipo de inchaço persistente na perna e tornozelo. Mas se tratada rápida e adequadamente, a erisipela não deixa graves complicações. Quando isso não ocorre, o quadro pode evoluir para a formação de abscessos, ulcerações superficiais ou profundas e trombose — eis um dos motivos para Evaristo evitar o voo longo.

• Qual o tratamento para erisipela? Como mostrou o jornalista, o tratamento é feito com o uso de antibióticos para eliminar a bactéria. Busca-se também reduzir o inchaço, com a limpeza da pele, medicações de apoio e repouso para deixar as pernas elevadas. Com a melhora, Evaristo já foi liberado para caminhar um pouco no hotel, desde que sem excessos.

5 dicas para evitar a retenção de líquido no calor 5 dicas para evitar a retenção de líquido no calor

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade