PUBLICIDADE

Pilates de parede: o que é a prática esportiva está viralizando

Entenda quais são os principais benefícios que o exercício traz e veja como fazer corretamente os movimentos

18 fev 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Tanto o Pilates quanto o Yoga proporcionam uma variedade de benefícios para a saúde
Tanto o Pilates quanto o Yoga proporcionam uma variedade de benefícios para a saúde
Foto: PeopleImages.com - Yuri A | Shutterstock / Portal EdiCase

Se você tem TikTok e pratica algum tipo de atividade física com certeza já ouviu falar de wall pilates, ou seja, pilates na parede. O vídeo mais popular, que mostra o exercício em prática, alcançou a marca de 3,9 milhões de visualizações. 

@mini_aoe #ร่อง11 #sixpack #ปั้นกล้ามท้อง #ลดหุ่น #ฟิตกับtiktok #tiktokการกีฬา #ปั้นกล้ามตามแม่โอ๋ #tiktokuni #absworkout ♬ nhạc nền - MUSIC DJ DANCE 88 - MUSIC DANCE DJ 88

Fora o TikTok é possível ver diversos vídeos com instruções e dicas de exercícios no Youtube. 

Mas como funciona a prática? É seguro? De acordo Fernanda Morais, professora de pilates da Fisioday pilates e Saúde, é sim. Porém como qualquer exercício requer atenção e cuidado na hora de fazer.

"Quando realizar os exercícios deve fazer lentamente, se concentrando no movimento e na respiração. Caso sinta dor sem ser do exercício, deve parar. Se você tiver alguma patologia é importante realizar este tipo ou qualquer exercício sob supervisão de fisioterapeuta ou educador físico", explica Fernanda. 

O pilates na parede é indicado para pessoas que têm uma boa consciência corporal e já conheçam um pouco do método. Este atividade física traz diversos benefícios, entre eles: melhora no alongamento, mobilidade, força, redução da dor, etc. 

Fernanda explica: "o pilates na parede pode ser realizado todos os dias, conforme aptidão física de cada um. Você pode fazer a atividade de 30 a 50 minutos por dia, utilizando somente a parede ou acrescentando acessórios como por exemplo bola, halter e elástico."

Lista de exercícios

  • Alogamento sentada: com as costas na parede, braços esticados para o teto, vai subindo os braços como se algo te puxasse para cima. Se concentre na respiração;
  • Alongamento lateral de tronco: sentada com as costas na parede e com as perna abertas, coloque uma mão na perna e a outra parede. Vai descendo o tronco pela lateral sem desencostar;
  • Alongamentos de membros inferiores: sentada com as costas na parede e braços esticados para frente na altura do ombro, vai levando as mãos até o pé, rolando o tronco para frente;
  • Mobilização de ombro: sentada com as costas na parede, deixe os braços na altura do ombro com o cotovelo flexionado. Em seguida estique os braços em direção do teto sem sair da parede; 
  • Ponte: com o pé apoiado na parede, eleve o quadril;
  • Flexão de braço: em pé com as mãos apoiadas na parede e o corpo inclinado na ponta do pé, dobre os cotovelos descendo o corpo reto;
  • Prancha em pé: em pé com as mãos apoiadas na parede e o corpo inclinado na ponta do pé, puxe o joelho em direção a barriga tirando o pé do chão.
Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade