PUBLICIDADE

Mulher fica de cadeira de rodas após sofrer lesão no parto

Americana perdeu movimento das pernas depois de ter nervo ciático afetado

6 jun 2024 - 16h42
Compartilhar
Exibir comentários

O que era pra ser um momento de comemoração para a americana Elizabeth Wagget, 40, acabou se transformando em um pesadelo: ela ficou 7 meses sem o movimento das pernas após sofrer uma lesão no nervo ciático durante o trabalho de parto de sua primeira filha.

O caso aconteceu em agosto de 2021, quando Elizabeth tinha 36 anos. Em entrevista ao Daily Mail, a mulher disse que passou 72 horas no trabalho de parto da pequena Darcy. Até que os médicos resolveram aplicar uma injeção epidural na paciente – a medicação é aplicada na lombar para anestesiar o abdômen e o canal vaginal.

O que era pra ser um momento de comemoração para a americana Elizabeth Wagget, 40, acabou se transformando em um pesadelo
O que era pra ser um momento de comemoração para a americana Elizabeth Wagget, 40, acabou se transformando em um pesadelo
Foto: Reprodução Redes Sociais / Instagram / Elizabeth Wagget

Porém, a sensibilidade das pernas de Elizabeth não voltou nas 24 horas seguintes ao parto. “Tudo, da pélvis para baixo, parecia morto”, relembra ao Daily Mail. Médicos descobriram que o nervo ciático da mulher havia sofrido danos graves e que dificilmente ela se recuperaria da lesão. 

“Meu mundo desabou. Eu estava pensando: ‘Por que eu? Por que isso aconteceu comigo?’. Eu me senti um fracasso, porque tinha um bebê novo e não conseguia me levantar para ir até ele”, conta. 

A artista passou sete meses em uma cadeira de rodas e o marido precisou largar o emprego para cuidar dela e da filha recém-nascida. Após sessões de terapia e acompanhamento médico, Elizabeth recuperou a sensibilidade dos nervos inferiores e conseguiu trocar a cadeira de rodas por um andador. 

Atualmente Elizabeth consegue ficar de pé sozinha e a realizar pequenas caminhadas. Ela foi diagnosticada com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). “Ainda parece que tenho dois membros presos ao meu corpo, em vez de minhas pernas. Não consigo correr ou pular e caminhar longas distâncias, porque causa muita dor no dia seguinte, mas me esforço”.

De Nala a Ilha, os nomes 'diferentões' dos filhos de famosos De Nala a Ilha, os nomes 'diferentões' dos filhos de famosos

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade