PUBLICIDADE

Homem com 'micropênis' vai ao médico e descobre que é mulher

5 jun 2013 - 14h06
(atualizado às 14h06)
Compartilhar
Exibir comentários

Um homem de 66 anos, que possui um "micropênis", teve uma surpresa após visitar uma clínica em Hong Kong em busca de uma solução para um inchaço estomacal: ele descobriu que. na verdade, é mulher. Com informações do site do jornal Huffington Post.

<p>Setenta por cento das entrevistadas afirmaram que preferem que os filhos tenham uma dieta saudável a boas notas na escola</p>
Setenta por cento das entrevistadas afirmaram que preferem que os filhos tenham uma dieta saudável a boas notas na escola
Foto: Getty Images

Os médicos perceberam que o paciente era do sexo feminino depois de diagnosticarem que o inchaço era reflexo de um grande cisto no ovário. A condição é resultado de duas raras desordens genéticas. Uma delas é a síndrome de Turner, que afeta mulheres e homens e é consequência de um problema com os cromossomos, com características que incluem a infertilidade e a baixa estatura.

Além disso, ele é portador de hiperplasia adrenal congênita, que aumenta os hormônios masculinos. Isso fez com que o paciente desenvolvesse um “micropênis”, ficando parecido com um homem. “Se não fosse pelo enorme cisto ovariano, essa intrigante condição médica poderia nunca ter sido exposta”, escreveram especialistas em um artigo publicado na última segunda-feira (03).

Com 1,37 m, o paciente, que cresceu órfão, não tem testículos e possui um histórico de incontinência urinária desde a infância. Ele parou de crescer logo que atigiu a puberdade, aos 10 anos. Os especialistas afirmaram que, na literatura médica, foram registrados apenas seis casos em que as duas desordens genéticas aconteceram simultaneamente. A síndrome de Turner, isoladamente, atinge um em cada 2.500 a 3 mil mulheres.

Nascido no Vietnã, o paciente decidiu continuar “percebendo a si próprio como sendo do gênero masculino, com a eventual necessidade de reposição de testosterona”, disse o artigo. A maioria dos homens possui os cromossomos x e y e a maior parte das mulheres possui um par de cromossomos x. Mas os portadores desta síndrome tendem a ter apenas o cromossomo x, ou seguem perdendo parte do segundo cromossomo x. 

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade