PUBLICIDADE

Dor na coluna? Saiba como a yoga pode ajudar

Jovens têm sentido mais dor nas costas devido ao uso excessivo de celular. Entenda como os benefícios da yoga diminuem a dor

13 abr 2023 - 13h02
Compartilhar
Exibir comentários

A dor na coluna é uma das mais comuns — e já faz algum tempo que ela não é restrita aos idosos. Na verdade, cada vez mais jovens têm experimentado o desconforto. É o que indica uma nova pesquisa financiada pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e publicada pela revista científica Healthcare.

Dor na coluna? Saiba como a yoga pode ajudar -
Dor na coluna? Saiba como a yoga pode ajudar -
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

O estudo analisou 1.628 adolescentes de ambos os sexos com idades entre 14 e 18 anos. Os resultados mostraram que o uso de celulares e tablets por adolescentes por mais de três horas diárias causa dores na coluna.

As conclusões são um sinal de alerta, pois no longo prazo esses hábitos posturais nocivos podem causar problemas muito piores que as dores de coluna. É o caso de escoliose, hérnia de disco, fadiga e lesões, por exemplo.

De acordo com o professor de yoga e fisiculturista, Ravi Kaiut, é importante cuidar da integridade da coluna desde jovem para evitar problemas de saúde futuros. "Com o forte uso de smartphones, computadores e tablets, aliados ao sedentarismo e longos períodos sentados, características fortes da atualidade, em especial pelos mais jovens, é necessário cuidar da coluna desde cedo para prevenir uma série de problemas", afirma.

Segundo ele, uma das principais ferramentas é a prática de yoga. Isso porque a modalidade pode se adaptar às necessidades de cada um e trazer excelentes resultados, como aumento da flexibilidade, alívio de dores e melhora na postura. Os ganhos são fundamentais para evitar danos causados pelo uso de celulares, que deve ser moderado, destaca Ravi.

"Ao contrário do que muitos acham, o yoga não é exclusividade de adultos. Pessoas de qualquer idade podem praticá-lo e obter ótimos resultados. Aliás, quanto antes começar, melhores serão seus resultados", afirma o professor.

Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade