PUBLICIDADE

Epilepsia: mitos e verdades sobre a condição neurológica

Estresse é um dos principais gatilhos para o problema. Neurologista esclarece as dúvidas mais comuns sobre a epilepsia

11 mai 2022 15h01
ver comentários
Publicidade
Entenda a epilepsia
Entenda a epilepsia
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

A epilepsia é uma condição neurológica que gera alterações temporárias e reversíveis no cérebro, provocando convulsão, mal-estar e perda de consciência por alguns segundos, ou até mesmo minutos. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o problema acomete, aproximadamente, 50 milhões de pessoas no mundo, sendo 2 milhões apenas no Brasil.

Mas, apesar de ser relativamente comum, a epilepsia ainda é cercada por muitos tabus e dúvidas. Por isso, com a ajuda da neurologista e neurofisiologista, Dra. Natália Longo, separamos alguns mitos e verdades sobre a condição. Confira:

Em caso de convulsão, devo segurar os braços e a língua do paciente. Mito

"Nessa situação o ideal é você proteger a cabeça do paciente e colocá-lo deitado de lado, pois isso irá facilitar a saída de possíveis secreções e evitar a aspiração de vômitos. Não tente impedir os movimentos, não introduza qualquer objeto na boca da pessoa e não ofereça nenhum alimento ou bebida para ela, pois isto pode causar acidentes tanto para a pessoa que está tendo a crise, quanto para a pessoa que está tentando ajudar", alerta a médica.

Estresse pode provocar epilepsia. Verdade

"O estresse é um dos principais fatores que desencadeiam uma crise epiléptica. Outros fatores muito comuns são a privação de sono, ficar muito tempo sem comer ou dietas radicais que podem levar a alterações metabólicas, como hipoglicemia (baixa de glicose no organismo) e/ou hiponatremia (baixa de sódio no organismo)", explica a médica.

Toda convulsão é epilepsia. Mito

"Qualquer pessoa pode ter uma crise convulsiva, pelo menos uma vez na vida, e não ser epiléptica. Geralmente, essas pessoas apresentam crise durante um quadro infeccioso, ou uma alteração metabólica, ou até mesmo durante um trauma na cabeça. Neste caso, chamamos isto de crise convulsiva sintomática", aponta a neurologista.

Epilepsia é uma doença mental. Mito

"A epilepsia é uma doença neurológica com causa, geralmente, muito bem definida (estrutural, genética, infecciosa e outras), fazendo com que o paciente apresente crise epiléptica quando há alteração na passagem de informação entre os neurônios. As doenças mentais são de natureza psiquiátrica e, geralmente, não causam lesões estruturais no cérebro", finaliza a Dra. Longo.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade