PUBLICIDADE

Dia da Saúde e Nutrição: 5 alimentos essenciais na dieta anti-inflamatória

Esse tema ganhou ênfase tanto dentro quanto fora das redes sociais

31 mar 2024 - 10h00
(atualizado em 2/4/2024 às 14h53)
Compartilhar
Exibir comentários

31 de março é o Dia da Saúde e Nutrição, cuja data foi criada pelo Ministério da Saúde no ano de 2015 com o propósito de conscientização sobre a alimentação saudável. Nesse sentido, o Sport Life vai compartilhar os cinco alimentos essenciais para dieta anti-inflamatória com a ajuda da nutricionista e personal trainer Aline Becker.

Dia da Saúde e Nutrição
Dia da Saúde e Nutrição
Foto: Shutterstock / Sport Life

Os cinco alimentos essenciais para dieta anti-inflamatória

Cúrcuma

"Tem muitas propriedades terapêuticas, o que inclui a anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana, além de características antissépticas e analgésicas", disse Aline Becker em entrevista exclusiva para o Sport Life.

Gengibre

"Possui vários benefícios. É anti-inflamatório, antibacteriana, antimicrobiana, antioxidante e antitumoral. Além disso, ajuda no aumento da termogênese corporal, o que é ótimo para combater gripes e resfriados", confirmou.

Canela

Reconhecida por unir as ações anti-inflamatória e antioxidante. "A canela tem ação antioxidante nas células do corpo humano. Alguns estudos recentes apontam que ela auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares quando utilizada em receitas ou em forma de chá", alegou.

Frutas vermelhas

"Morangos, framboesa e amora contêm fibras e antioxidantes com ação no combate à inflamação. Além disso, o bom de ter essas frutas na dieta é que elas também ajudam na prevenção de futuras inflamações", falou.

Folhas verdes

"Espinafre, couve, acelga e rúcula são ricas em antioxidantes, nutrientes e ótimas fontes de vitaminas A, C, E e K", pontuou.

O quinteto de cinco alimentos para "variação" nessa proposta

Curry

É o alimento que também comporta cúrcuma. "Contém curcumina, composto bioativo rico em polifenóis, que está associado com a diminuição da inflamação no organismo", garantiu.

Pimenta e pimentões

São ricos em vitamina C, quercetina, capsaicina, ácidos sinápico e ferúlico. "Com potente ação antioxidante, o que diminui o estresse oxidativo e as inflamações nas células, que podem causar doenças, como diabetes", relatou.

Chá verde

Há nessa bebida o epigalocatequina, polifenol com propriedades anti-inflamatórias. "Alimento anti-inflamatório, que diminui a produção de citocinas inflamatórias, evita os danos às células saudáveis do corpo e ajuda a prevenir doenças inflamatórias, como obesidade e aterosclerose", completou.

Frutas cítricas

"Laranja, acerola, abacaxi, mexerica e limão são excelentes alimentos anti-inflamatórios por serem ricos em vitamina C e minerais, como potássio, magnésio, fósforo e cobre, flavonoides e carotenoides", detalhou.

Brócolis

"É rico em é rico em vitaminas K e C, fibras e nos minerais potássio e magnésio", resumiu.

A importância da nutrição para saúde

"A nutrição também desempenha um papel importante na saúde mental. Estudos têm demonstrado uma conexão entre dieta saudável e menor risco de depressão e ansiedade. Por isso, eu acredito que é essencial educar as pessoas sobre escolhas alimentares saudáveis e incentivar hábitos alimentares equilibrados desde cedo. Investir em uma alimentação adequada não apenas promove uma vida mais longa e saudável, mas também melhora a qualidade de vida e o bem-estar geral", concluiu Aline Becker.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade