PUBLICIDADE

Calcinha absorvente: saiba os benefícios desse item sustentável

Abandone os descartáveis e aposte em alternativas que ajudam o meio ambiente

20 set 2021 08h02
ver comentários
Publicidade
Calcinha absorventes: saiba os seus benefícios
Calcinha absorventes: saiba os seus benefícios
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Em procura de alternativas cada vez mais sustentáveis, as opções para uma menstruação que gere menos lixo está sendo prioridade na vida das mulheres. Conforme as tecnologias vão evoluindo, muitas novidades no mercado também vão surgindo, deixando os descartáveis de lado e optando por opções que ajudam o meio ambiente, como coletores, discos ou até mesmo as calcinhas absorventes.

Também conhecida como calcinha menstrual, essa opção vem se destacando por sua praticidade, visto que a modernidade do material faz com que o sangue não vaze. Segundo Mariana Betioli, obstetriz e fundadora da Inciclo, esses modelos são como calcinhas comuns, mas absorvem a menstruação.

Benefícios

Além disso, garantem um período menstrual mais prático e confortável. "A calcinha menstrual é feita com tecidos tecnológicos de alta absorção. Eles se intercalam estrategicamente para garantir que o sangue não passe para o outro lado, o que passa mais segurança", continua. "É um material macio, que faz com que a peça fique bem moldada ao corpo, sem apertar, sem deformar e nem marcar."

Ademais, também é uma opção mais indicada para a saúde íntima feminina. "Os tecidos são antimicrobianos, o que impede a proliferação de fungos e bactérias. No caso dos absorventes convencionais, o sangue reage com os químicos do absorvente e começa a entrar em decomposição enquanto ainda está em contato com a vulva", explica.

Já as calcinhas absorventes não abafam a região íntima e deixam a vagina respirar adequadamente.

Mais econômica, impossível!

Outra vantagem de optar pela calcinha menstrual é a economia. Como são laváveis e possuem duração mínima de dois anos, o assessório dispensa o uso de absorventes descartáveis.

De acordo com Mariana, em média, as mulheres gastam quase dez mil reais em absorventes descartáveis durante a vida, o que dá, aproximadamente, 250 reais por ano.

Ou seja, usando a calcinha, a economia é de aproximadamente 170 reais logo no primeiro ano. Muita diferença, não?

Melhor opção para o meio ambiente

Ao diminuir o consumo de absorventes descartáveis, as mulheres também contribuem para o descarte de menos lixo no meio ambiente. "A bandeira da sustentabilidade tem ganhado cada vez mais destaque e nossa forma de viver o período menstrual também pode ser ecologicamente correta", defende.

Poucos sabem, mas uma mulher tem em média 520 ciclos menstruais durante sua vida, o que representa um descarte de dez mil absorventes tradicionais, segundo Mariana. Mundialmente, estima-se que são 2,5 bilhões de mulheres que menstruam. Ou seja, só com esses dados é possível imaginar o tamanho do problema.

Aliás, como higienizar a calcinha menstrual?

Muitas pessoas se preocupam com isso, mas calma! Não é um bicho de sete cabeças. O processo pode ser feito no chuveiro, na pia ou até mesmo na máquina de lavar, ou seja, a lavagem é super simples. "No banheiro, é só lavar com sabonete e colocar para secar no varal", ensina Mariana.

Porém, se você quiser colocar na máquina de lavar, tudo certo também! Lembre-se de lavar em água fria, sem alvejante ou amaciante. Após seca, ela já está pronta para o próximo uso.

E para finalizar, lembre-se que a calcinha absorvente é uma ótima forma para começar a entender melhor o seu fluxo, visto que a menstruação ainda é vista como um tabu.

Fonte: Mariana Betioli, obstetriz e fundadora da Inciclo.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade