PUBLICIDADE

O que é higiene do sono e como pode te ajudar; veja dicas

Como adotar novos hábitos pode fazer a diferença na hora de dormir

11 abr 2022 05h00
ver comentários
Publicidade

Alimentação adequada e exercícios físicos recorrentes são sempre destaque quando se ouve sobre uma vida mais saudável, mas existem vários outros elementos que fazem essa balança se equilibrar e que não podem ser deixados de lado, como uma boa noite de sono. 

A rotina é feita por diversas tarefas e, em inúmeras ocasiões, o autocuidado é negligenciado: o não cumprimento de pausas para hidratação ou sequer um momento para a alimentação. Porém outro ponto igualmente relevante é conseguir descansar, sobretudo no final do dia, quando o corpo necessita relaxar e recompor as energias por meio do repouso.  

Apesar de as realidades serem diferentes entre os indivíduos, o que não muda é uma necessidade básica: dormir bem faz parte do processo para uma boa saúde. É importante ressaltar que as condições diárias podem influenciar, e nem sempre a resolução tem a ver somente com mudança ou adoção de novos hábitos. Ao sinal de dificuldades, deve-se considerar acompanhamento especializado. 

Mudança de hábitos pode ser fator chave para melhorar o sono
Mudança de hábitos pode ser fator chave para melhorar o sono
Foto: Reewungjunerr / Adobe Stock

Um detalhe que poucos conhecem é que, independentemente da quantidade de horas que cada um precisa, o ponto fundamental é conseguir o máximo de tempo possível no estágio chamado REM. É nesse período de sono profundo em que realmente descansamos e que o cérebro grava as informações importantes recebidas ao longo do dia. Durante essa última etapa, geralmente sonhamos e podem acontecer espasmos musculares. 

Você sabe o que é higiene do sono? 

Resumidamente, se trata de uma série de boas práticas que visam melhorar os hábitos com relação ao sono para potencializá-lo e garantir um descanso apropriado. Abaixo, confira 6 dicas que podem te ajudar a dormir melhor. 

Mude hábitos 

Primeiramente, é preciso estar disposto e aberto ao processo de mudança de costumes, como por exemplo tentar dormir um pouco mais cedo do que o habitual. Entenda quais hábitos te impedem de ter uma noite reparadora e foque neles. 

O conforto 

Não dá para pensar em uma noite satisfatória de repouso sem associar ao conforto. Travesseiros e colchão são os itens que lembramos de cara, mas eles têm mais aspectos do que simplesmente maciez. É necessário avaliar se a densidade de ambos é adequada para você, se o travesseiro abriga bem pescoço e cabeça, se o colchão tem impacto negativo na coluna, entre outros. Além disso, um fator que merece atenção é o ambiente, seja para evitar luzes ou buscar a temperatura ideal do cômodo. 

Alimente-se bem 

Uma alimentação de qualidade é um grande passo para garantir a quantidade de vitaminas e nutrientes dos quais o corpo precisa, gerando a energia necessária e indispensável para o bom funcionamento do organismo. Por isso, é essencial ter um acompanhamento nutricional especializado, que vai se certificar de que uma alimentação balanceada seja implementada e cumprida, e que pode cuidar para que o consumo durante à noite não influencie de modo negativo.  

Prestar atenção na alimentação geral também passa por pensar nos períodos do dia: procure ingerir alimentos leves à noite para facilitar a digestão nesse horário. Evite bebidas com cafeína ou outros estimulantes quando já estiver próximo do horário de dormir. 

Faça exercícios 

Manter o corpo saudável requer uma série de práticas e é esse conjunto que vai contribuir para o bem-estar geral. Incluir atividades físicas no dia a dia é uma ótima forma de cuidar da saúde, mas tenha cuidado quanto aos horários das práticas, evite prejudicar seu horário de dormir. A endorfina liberada durante os exercícios faz bem ao organismo e pode ser uma aliada, mas vale uma atenção: tome cuidado ao inserir exercícios físicos perto da hora de dormir. Avalie se você consegue descansar ou se esse tipo de atividade te desperta e causa alguma dificuldade para adormecer. 

Evite o celular na hora de dormir 

É comum pegarmos o celular ao final da noite para passar o tempo à espera do adormecer. Contudo essa prática pode ter um efeito contrário, já que a luminosidade do aparelho tende a estimular a produção de cortisol, o que atrapalha o momento de dormir e pode impactar a produção de melatonina, o chamado hormônio do sono.  

Medite 

A meditação usa diversas ferramentas para que praticantes possam atingir seus objetivos, com destaque para redução de estresse e ansiedade, costumeiramente as metas de quem medita. A prática trabalha a conexão entre mente e corpo e por isso tem a capacidade de permitir maior atenção à respiração, por exemplo. Inseri-la no dia a dia pode colaborar no processo de autoconhecimento e ajudar a alcançar um estado de calma, com ansiedade e estresse reduzidos, algo que tende a favorecer uma noite reparadora de sono. 

A dica principal é: o cérebro gosta de rotina! Portanto, é interessante criar uma que mostre a ele e ao corpo que é o momento de dormir. Abaixar as luzes, ler um livro, tomar alguma bebida que ajude, como um chá, ou meditar. Tenha bons hábitos. 

 

O Atma está disponível para:  

Android | iOS  

 

ATMA Seu app de meditação
Publicidade
Publicidade