PUBLICIDADE

Proteja seu bichano! Tome os cuidados corretos com os pets no outono

Deixe seu animal seguro ao descobrir os cuidados necessários para tomar na estação das folhas

10 abr 2021
20h32 atualizado em 13/4/2021 às 20h10
0comentários
20h32 atualizado em 13/4/2021 às 20h10
Publicidade
Cuidados com os pets no outono
Cuidados com os pets no outono
Foto: Shutterstock / Alto Astral

O outono chegou! Desta forma, já começou as temperaturas mais secas e frias, principalmente durante à noite. Quando a estação das folhas surge, a procura por consultas veterinárias aumentam em cerca de 30%, sendo os casos mais comuns dos peludinhos são problemas respiratórios, oftálmicos e articulares.

Se você possui algum pet, conheça algumas dicas de cuidados com os bichanos durante esta época:

Cuidados com os olhos

Ressecamento e irritação da mucosa ocular são os registros mais comuns da estação. Sempre faça a limpeza dos olhos dos animais com água limpa ou solução fisiológica. É importante ficar atenta a qualquer alteração para que o animal não venha a ter algo mais grave, como uma conjuntivite.

Dores articulares

Os animais de idade ou acometidos por problemas osteoarticulares, podem sentir maior sensibilidade e desconforto no outono. Sintomas de doenças crônicas articulares, como a osteoartrose, podem vir a tona nessa estação. Fique alerta em relação às dores nas articulações ou coluna do seu pet, e para prevenir, é importante fornecer uma alimentação rica em proteínas e com protetores articulares em toda a vida dos animais para que não venham a sofrer com essas afecções ao envelhecer. Caso perceba alguns desses sinais, procure o médico-veterinário.

Evite aglomerações

Vírus e bactérias do aparelho respiratório são também transmitidos pelo ar. Cães e gatos podem ser contaminados, e, consequentemente, podem gerar enfermidades para terceiros.

Cuidado com a gripe

A baixa umidade é comum nesta época o que aumenta a propagação de doenças respiratórias causadas por vírus e bactérias. As mais comuns são a traqueobronquite infecciosa canina, mais conhecida como tosse dos canis, e a rinotraqueite infecciosa, causada pelo vírus HFV-1, que acomete os gatos. Filhotes e idosos são os mais afetados por essas doenças, acompanhados dos pets com focinhos mais curtos. Os sintomas são semelhantes aos da gripe humana, como tosse, febre, coriza, espirros e falta de apetite.

O que pode auxiliar na regressão desses problemas é o uso de inalação orientada pelo veterinário. Uma dica caseira que também pode ajudar na hidratação das vias aéreas é colocá-los no banheiro quando alguém estiver tomando banho. Assim, eles inalarão o vapor da água e ficarão menos esgotados.

Cuidados com a alimentação e hidratação

Para manter a imunidade dos pets alta, é necessário prestar atenção na alimentação e hidratação. É importante oferecer alimentos de qualidade, ricos em nutrientes que ajude a mantê-los saudáveis. Nos dias gelados, os animais tendem a diminuir a ingestão de água, por isso, mantenha sempre água limpa e fresca à disposição e ofereça alimentos com maior umidade, como é o caso de sachês e patês completos e balanceados para aumentar a ingestão hídrica dos bichanos.

Cuidados com pulgas e carrapatos

No outono, as folhas e pastagens estão mais secas e as parasitoses tendem a se proliferar, aumentando as infestações. Tenha cuidado com os locais que seu animal passeia.

Vacinação em dia

Vacine seus pets! Eles precisam ser imunizados anualmente contra diversas afecções. Essa prática é imprescindível para os manter protegidos e para preservar os demais animais à sua volta.

Consultoria: Kelly Maiara Lopes Carreiro, médica veterinária da Special Dog Company

 

Alto Astral
Publicidade
Publicidade