PUBLICIDADE

Conheça 13 raças de cachorros de pequeno porte

Veja as características e a personalidade desses animais

13 fev 2023 - 14h06
Compartilhar
Exibir comentários

Existem diversas raças de pequeno porte, cada uma com características e personalidade específicas. De acordo com a médica veterinária Mabel Vaz, para escolher o animal de estimação ideal, é muito importante levar em conta aspectos como temperamento, necessidades particulares de higiene e atividade física, espaço e tempo disponível para convivência. Por isso, a seguir, conheça um pouco sobre cada pet! 

O maltês é um cachorro de pequeno porte
O maltês é um cachorro de pequeno porte
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

1. Maltês 

É uma das raças mais conhecidas nos consultórios veterinários e pet shops. Segundo Mabel Vaz, são cães inteligentes e afetuosos com o tutor. "São muito alegres e expressivos, qualidades que fazem deles maravilhosos cães de companhia", afirma. Eles são muito bonitos e elegantes por conta da pelagem, e são uma ótima opção para espaços pequenos. O pelo é longo e liso, e não precisa de tosa, apenas uma escovação diária.  

Muito alegres e agitados, eles sempre estão dispostos para brincar. Mas não gostam de ficar muito tempo sozinhos, pois a capacidade de interagir é grande. Convivem muito bem com pessoas e outros animais. Possuem muita energia e, consequentemente, exigem a prática constante de exercícios. 

Buldogue francês
Buldogue francês
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

2. Buldogue francês 

De acordo com a veterinária, esse cão é um excelente companheiro, além de sociável, alegre, brincalhão e carinhoso. É uma boa raça para quem não tem muito tempo para sair de casa e passear com o pet. Para o buldogue francês, um pouquinho de exercício já é o suficiente. Como ele tem o focinho chato, possui mais dificuldade para respirar. Esse pequeno cãozinho ama companhia e precisa estar sempre rodeado por humanos. Adora todos à sua volta, gosta de ficar no colo e de brincar com crianças.  

Lulu da Pomerânia 
Lulu da Pomerânia
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

3. Lulu da Pomerânia 

Esse cãozinho parece um bichinho de pelúcia de tão fofinho. É encantador. Também conhecido como spitz alemão anão, ele é bem tranquilo e gentil. A pelagem é bastante espessa, não exige tosa, mas é importante escová-lo todos os dias. O lulu da Pomerânia está sempre alerta a qualquer perigo, observa todas as ações à sua volta. Pode se dar muito bem com crianças, desde que seja apresentado a elas desde filhote. É um cachorro muito ativo e, às vezes, pode latir muito. 

Yorkshire terrier
Yorkshire terrier
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

4. Yorkshire terrier 

Segundo a veterinária Mabel Vaz, o yorkshire é bastante alegre e expressivo, tornando-o uma excelente companhia. Essa raça também costuma ser bastante apegada ao tutor, apesar de a fêmea ser um pouco mais independente que o macho.  

Ele tem pelagem longa e lisa, que pode ser tosada de várias maneiras. As principais são a tosa higiênica, que mantém os pelos longos, mas corta a região genital e próximos aos olhos; e a tosa filhote, que deixa o pelo mais curto, semelhante aos filhotes.  

Apesar de ter muita energia, o yorkshire não é um cachorro que necessita de muito exercício físico. Se dá muito bem com pessoas, e pode não gostar da presença de outros animais. Quando educado desde filhote, é possível evitar alguns comportamentos desagradáveis da raça, como a tendência a latir. 

Poodle toy 
Poodle toy
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

5. Poodle toy 

O poodle ocupa o cargo de segundo cão mais inteligente do mundo. Sua inteligência e capacidade impressionam até mesmo um treinador experiente. Ele fica atento a tudo ao seu redor, e assimila comandos com uma rapidez incrível. Também é ótimo para viver em apartamento. Possui uma pelagem que exige tosa a cada 60 dias. "O poodle é famoso pela fidelidade, aptidão para o adestramento, obediência, o que faz dele um cão de companhia muito agradável", descreve Mabel Vaz. 

Pug
Pug
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

6. Pug 

De acordo com a veterinária, essa raça é muito dócil, caseira e adora ficar no colo. Uma boa qualidade é que ele não late tanto à toa. Por causa do focinho chato, o pug não se dá muito bem com atividades físicas intensas, por isso é uma boa companhia para quem prefere ficar em casa. Essa dificuldade de respiração costuma gerar um ronco ofegante. É um animal fácil de treinar, pois é inteligente e obediente. Está sempre de bom humor. 

Lhasa apso 
Lhasa apso
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

7. Lhasa apso 

Essa raça é muito conhecida por ter pelo longo. A pelagem longa e lisa não precisa de tosa. Por ter um temperamento calmo, quando educado desde cedo, torna-se um pet fácil de lidar. Está sempre desconfiado e alerta, seus instintos protetores estão ligados 24 horas por dia. Adora estar acompanhado do tutor, mas não confia em nenhum estranho. 

Chihuahua 
Chihuahua
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

8. Chihuahua 

O chihuahua é uma das menores raças conhecidas. Mas não se deixe levar pelo tamanhinho, ele é ativo e feroz contra estranhos. "São capazes de, corajosamente, enfrentar cães maiores", acrescenta a veterinária. Ele é bem carinhoso com o tutor, mas não gosta muito de estranhos. Seu temperamento forte, às vezes, lhe deixa exigente e barulhento.  

Pinscher
Pinscher
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

9. Pinscher 

Eles são bem parecidos com o chihuahua, por isso muitas vezes são confundidos um com o outro. É um cachorro dócil e companheiro. "É muito afetuoso com o dono, mas não tolera facilmente os desconhecidos. Late furiosamente e dá o alarme ante o menor movimento suspeito", esclarece Mabel Vaz. Por ter um temperamento eufórico, e devido ao tamanho, não é uma raça recomendada para crianças. Elas podem machucá-lo sem querer, e ele pode tentar revidar.  

Shih Tzu 
Shih Tzu
Foto: SHutterstock / Portal EdiCase

10. Shih Tzu 

Essa raça é muito ativa, atenta e dócil. Possui uma pelagem longa que não exige tosa, mas um tratamento diário. Seu pelo lembra a juba de um leão, e há uma grande variedade de cores. É um cão que se adapta muito bem a diversos lugares, pode viver tanto na tranquilidade do campo quanto na agitação da cidade. Essas qualidades permitem que ele seja um ótimo morador de apartamento. 

Terrier escocês 
Terrier escocês
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

11. Terrier escocês 

Essa raça é dócil, fiel e muito companheira de todos. Ela apenas pode estranhar outros cachorros. É ideal para quem possui um temperamento calmo, característica também presente nesse cão. É reservado e independente, e adora brincar muito para gastar toda a energia. É uma boa raça para quem mora em casa com grande quintal.  

West highland white terrier 
West highland white terrier
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

12. West highland white terrier 

Ele é um cão muito afetuoso, confiante, alegre e atrevido. "É corajoso e tem personalidade forte. Gosta de crianças e de outros cães, e costuma ser amigável com estranhos", descreve a veterinária Mabel Vaz. É um ótimo companheiro. Apesar de ser pequeno, é considerado um bom cão de guarda por ser muito corajoso e estar sempre alerta. O "westie" se adapta bem à vida em apartamentos, mas precisa de longos passeios diários.  

Dachshund 
Dachshund
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

13. Dachshund 

O famoso "salsicha" possui corpo alongado e pernas curtas. Vive alegre e adora se divertir com as pessoas que gosta. É inteligente, o que facilita na hora de adestrá-lo. Muito apegado ao tutor e à família. Contudo, deve-se tomar certos cuidados com os exercícios e com a alimentação da raça. O corpo alongado pode lhe trazer problemas de coluna e obesidade. Também é necessário tomar cuidado com crianças estranhas, o dachshund pode se tornar agressivo na presença delas. 

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade