PUBLICIDADE

"Maiô do Borat" é banido em cidade inglesa; saiba por quê

O uso excessivo da peça "reveladora" prejudicava a economia e ordem de Newquay, segundo prefeito

28 mai 2015 20h51
| atualizado às 20h57
ver comentários
Publicidade
Peça foi proibida em Newquay, por causar "comportamento imopróprio"
Peça foi proibida em Newquay, por causar "comportamento imopróprio"
Foto: Peter Macdiarmid / Getty Images

Quem diria que uma peça de roupa poderia causar tantos danos? As autoridades de Newquay, cidade próxima a Cornwall, na Inglaterra, baniram o uso do biquíni masculino, conhecido como "mankini", em locais públicos, alegando que o adereço - que ficou famoso no filme Borat - promove a desordem e prejudica a economia local. As informações são do site Mashable.

Siga Terra Comportamento no Twitter

Há pelo menos cinco anos, a cidade é destino de turistas que procuram um lugar para beber  - e usar seu biquínis masculinos. A proibição, no entanto, mudou o quadro, de acordo com o policial Dave Meredith, de uma cidade vizinha: "Quando você conversa com qualquer policial ou comerciantes, todos falam do milagre que aconteceu em Newquay. Ela tinha problemas de reputação antes? Com certeza. Há cinco ou seis anos, Newqway era como uma 'terra de ninguém', tinha uma reputação ruim no país todo."

O prefeito da cidade também apontou as principais consequências positivas da medida. "Eu me lembro que, no início dos anos 2000, não era possível andar pela cidade no sábado à noite sem se deparar com um homem usando um mankini. Mas agora a polícia pede que eles voltem para suas casas para trocar de roupa. Os estabelecimentos estão preparados para dizer o que é aceitável", decretou.

Além do número de casos de comportamento impróprio em Newquay, crimes mais graves também caíram nos últimos anos.

Turistas costumavam ir à cidade procurando um destino para exagerar na bebida
Turistas costumavam ir à cidade procurando um destino para exagerar na bebida
Foto: Peter Macdiarmid / Getty Images
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade