1 evento ao vivo

Bruna, Anitta, Marina, Pabllo, Titi: 5 lacres fashion de 2017

20 dez 2017
08h02
atualizado em 21/12/2017 às 13h51
  • separator
  • comentários

O ano de 2017 foi marcado por vários fatos fashion - ou de quebras de paradigmas - que vamos levar como herança para 2018, ano de Copa de Mundo e de eleições presidenciais. Anitta jogou preconceitos para o alto ao lançar clipes sensuais, que viraram sucesso mundo afora. No último, "Vai Malandra", a cantora de 24 anos abre a cena com shorts minúsculos e celulite à mostra.

Cinco lacres fashion de 2017 (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Cinco lacres fashion de 2017 (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Teve também o casamento de Marina Ruy Barbosa e seus 4 vestidos de noiva; Bruna Marquezine subvertendo conceitos fashion e usando sandália com meia, pochete, jaqueta de couro em casamento. O fenômeno Pabllo Vittar é outro lacre. A cantora mostra bem na "sua cara" que talento independe da opção sexual e de como se veste. E ainda Titi, a filha adotiva de apenas 4 anos e Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, que já tem um estilo próprio. Mas isso é o mínimo perto do que sua presença nas redes e aparições públicas podem fazem para combater o preconceito. Confira esses 5 lacres fashion de 2017:

Anitta: celulite à vista e mais

Anitta com celulite e embaixo no clipe Vai Malandra, com paletó, na Amazônia, com o DJ Alesso e dançando "Paradinha" (Fotos: Agnews/Reprodução)
Anitta com celulite e embaixo no clipe Vai Malandra, com paletó, na Amazônia, com o DJ Alesso e dançando "Paradinha" (Fotos: Agnews/Reprodução)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A música de Anitta gera discussões. Nem todos gostam de seu estilo de letra e de como se apresenta. Mas ninguém pode negar que essa garota de 24 anos chegou para romper os padrões pré-estabelecidos não só se falando em gênero musical.

Nesta semana, deu mais um tapa na cara da sociedade ao apresentar seu clipe "Vai Malandra", em que volta às suas origens: o funk. O vídeo abre com um close da bunda da cantora, com shorts mínimos e sem tratamento, deixando à mostra a pela com celulite; "Me entregaram limpinho e eu falei que queria sujinho mesmo", contou a cantora no programa ao vivo do Youtube, minutos antes do vídeo ir para o ar. Sim, uma forma de terminar o ano rebolando na cara da sociedade. Mas não só isso: Anitta coloca para dançar em seus shows e clipes pessoas fora do padrão: gordas, portadoras de síndrome de down, mais velhos. Diversidade de verdade e não só no discurso.

Anitta pagando peitinho no Multishow (Fotos: AgNews)
Anitta pagando peitinho no Multishow (Fotos: AgNews)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Neste ano, Anitta  lançou músicas em inglês e em espanhol, como "Paradinha", que correu mundo afora e levou até mesmo o estilista Stefano Gabbana a publicar um post fazendo a coreografia, que quebra o quadril. Ela vai das roupas mínimas a show e também pode apostar em calças esportivas e paletós.

No Prêmio Multishow, em outubro, acabou pagando peitinho e não se fez de rogada, continuou dançando sem parar e, ainda por cima, saiu da premiação como grande vencedora, levando três troféus na mão. "Gente, meus peitos não estão de fora não, né? Pelo amor de Deus", disse de bom humor ao receber o troféu por "Sim ou Não", lançada em 2016 com o colombiano Maluma. E fez um discurso emocionante: "Um dia quero poder detalhar para vocês o quão difícil é nascer onde nasci, ser mulher, ser jovem, cantar o que cantei no começo, topar o que topei fazer, chegar aqui nesse prêmio e sair como vencedora", disse. Nem precisa dizer, Anitta, você já conquistou o Brasil e logo o mundo.

Pabllo Vittar: corpão feminino e nome masculino

Pabllo Vittar no Prêmio Multishow com vários looks (Fotos: AgNews)
Pabllo Vittar no Prêmio Multishow com vários looks (Fotos: AgNews)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A cantora transformista Pabllo Vittar deve ter feito muita gente passar mal neste ano. A música "K.O" ganhou na premiação Melhores do Ano do Faustão. No programa, apareceu com terninho vermelho, mas também colocou os corpo à mostra no clipe "Sua Cara", gravado no Marrocos com Anitta. No começo do ano, participou do trio elétrico de Daniela Mercury no Carnaval da Bahia. E no último fim de semana, levou mais de 30  mil pessoas para ver seu show na marquise do prédio da C&A na rua Augusta, em São Paulo, com body de listras em tom de arco-íris, feito especialmente para ela.

Pabllo no Melhores do Ano, no clipe "Sua Cara", com Anitta e após o show na Augusta (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Pabllo no Melhores do Ano, no clipe "Sua Cara", com Anitta e após o show na Augusta (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Lacrou em termos fashion com seus looks femininos, suas perucas loiras ou coloridas, sua maquiagem chamativa e seu talento musical. E mesmo sendo comparada a uma drag queen, não mudou o nome masculino para um feminino. Nascido Phabullo Rodrigues da Silva, escolheu Pabllo Vittar como nome artístico e o Brasil se acostumou a chamá-la de a Pabllo, a cantora. Com um corpão desse, aposta nas tendências e faz um monte de mulher babar.

Marina Ruy Barbosa: o casamento do ano

Quatro vestidos e 4 casamento (Fotos: Reprodução/Instagram)
Quatro vestidos e 4 casamento (Fotos: Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Os quatro casamentos de Marina Ruy Barbosa foram os mais comentados do ano nas redes sociais, programas de TV e nas conversas pelo Brasil afora. Sim, foram quatro com quatro vestidos diferentes. Teve a benção budista, na Tailândia, em julho do ano passado, logo depois de Xande Negrão a pedir em casamento, nesta mesma viagem. Teve a cerimônia civil, além do casamento religioso na fazenda da família do noivo, em Goiás, e a cerimônia com benção do padre e presença de amigos e famosos em Campinas, no dia 7 de outubro.

Marina Ruy Barbosa prova vestido com Domenico Dolce, em Mião (Foto: Reprodução/Instagram)
Marina Ruy Barbosa prova vestido com Domenico Dolce, em Mião (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A atriz, uma das protagonistas de "Deus Salve o Rei", novela que estreia em janeiro no lugar de "Pega Pega", realizou quatro cerimônias. Na Tailândia, com um vestido de renda branco. No civil, com um modelo curto, branco: uma criação dela com a estilista mineira Patricia Bonaldi. O casamento religioso ocorreu na capela da fazenda da família do noivo em Goiás com look assinado por Sandro Barros. O mais comentado, sem dúvida, foi o feito pela grife italiana Dolce & Gabbana, com saia de tule e corpete sensual.

Bruna Marquezine: pochete, meia com sandália etc.

Bruna Marquezine e suas escolhas fashion (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Bruna Marquezine e suas escolhas fashion (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A atriz Bruna Marquezine é uma verdadeira fashionista. Gosta de experimentar coisas novas e de misturar peças caras com baratas.E deixa o público de boca aberta com tais novidades fashion. Num evento de lançamento de carro, apostou em vestido com fenda, decote e, para completar, sandália e meia soquete. Sim, tendência vista em passarelas e em famosas também internacionais.

Antes, no Carnaval, usou pochete, peça que ainda causa controvérsias, mas que acabou se tornando prática e presença constante nos desfiles. Já no casamento de Marina Ruy Barbosa, escolheu um estilo "Grease" de ser e voltou aos "tempos da brilhantina" com vestido azul dégradé da Dior e jaqueta de couro. A peça foi usada no dia seguinte com jeans e camiseta (relembre aqui). E quer saber de uma coisa, nós amamos esses experimentos fashion da ex-namorada de Neymar Jr.

Bruna Marquezine hi-lo: moletom e tênis baratos com bolsas caras (Fotos: AgNews)
Bruna Marquezine hi-lo: moletom e tênis baratos com bolsas caras (Fotos: AgNews)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

No quesito hi-lo, de misturar peças baratas e caras, Bruna também acerta. Uma mochila Louis Vuitton, que custa R$ 7,7 mil, pode ser usada com tênis de R$ 170 sem problemas. Também aposta em moletom de R$ 65 e bolsa Saint Laurent de R$ 8 mil. Claro que não dá para as mortais, como a maioria das pessoas, ter um estoque de bolsas tão caras em casa, mas sim, é possível usar roupas mais baratas com muito estilo e bom gosto.

Titi Gagliasso: lição de estilo e de amor

Titi: muito além de uma garotinha fashion (Fotos: Reprodução/Instagram)
Titi: muito além de uma garotinha fashion (Fotos: Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A garotinha Titi Galgliasso, filha adotiva de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, recebeu ofensas racistas pela dita socialite Day MCarthy, palavras que dão até vergonha de repetir aqui. Pois bem, Bruno prestou queixa policial e a moça pode ser processada por injúria racial. Mas o que tem isso a ver com moda? Pode ter muito.

Titi, de apenas 4 anos, tem um estilo lindo, com flores, óculos e faixas que realçam seus cabelos e sua pele negra. Mesmo pequena e, talvez ainda sem consciência de que suas fotos representam, ela está rompendo padrões e mostrando para o Brasil, ainda preconceituoso e racista, que cor de pele nada tem a ver com caráter e respeito. Uma linda lição de amor.

Elas no Tapete Vermelho

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade