0

Você sabe o que é o Prana? Você vive inserido nele

19 fev 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Prana é a energia vital que permeia todo o Universo, incluindo nós, humanos. Em sânscrito, significa “energia absoluta”; é o princípio de energia ou força, o princípio ativo da vida ou força vital. O prana penetra tudo, está em tudo, em toda parte. Nele está a essência de todo movimento, de toda força, de toda energia, da gravitação, da eletricidade ou qualquer forma de vida.

Liberando o fluxo de prana
Liberando o fluxo de prana
Foto: iStock

É um princípio ativo da natureza que está em toda forma de matéria, mas não é matéria. Está no ar, mas não é ar, no entanto, respiramos prana como ar. O prana é absorvido pelo organismo juntamente com o oxigênio, mas não é oxigênio. Através da qualidade de nossa respiração, podemos extrair ou armazenar em nosso organismo, mais ou menos prana.

Dessa forma, fortalecemos não só nosso corpo físico, como também nosso cérebro. Quanto mais prana armazenamos, mais vitalidade possuímos. Prana circula por toda parte do sistema nervoso, trazendo força e vitalidade. Se levarmos em conta que a maior quantidade de prana que possuímos vem através da respiração, podemos compreender a importância da mesma em nossas vidas. 

Prana tem características semelhantes às da corrente elétrica. O plexo solar é um grande depósito e reservatório de prana.

A melhor maneira de elevá-lo é aprimorando a respiração. Práticas de respiração, realizadas conscientemente algumas vezes ao dia, podem fazer milagres em nossas vidas. 

Aqui, vou ensinar a vocês, a respiração pranayama, que é uma técnica que tem como objetivo a expansão da energia vital, onde:

Prana = energia vital
Yama = expansão, movimento

A partir dessa expansão, além dos benefícios fisiológicos, podemos vivenciar alternados estados de consciência onde as flutuações de pensamentos são controladas. O aprendizado e o aperfeiçoamento da respiração pranayama nos conduz naturalmente ao autocontrole e autoconhecimento.   

Vale lembrar que somos energia, portanto, quanto maior a consciência, mais energia podemos armazenar em nossos corpos. Quanto mais alta a qualidade, maior a quantidade — mais oxigênio, mais prana, maior saúde e vitalidade. Sua prática vitaliza e harmoniza toda energia vital.

Encontramos prana em tudo o que é vivo: há prana no ar, na água, nos alimentos vivos como verduras e frutas, na terra, no sol, enfim, há prana onde a vida está presente. 

Durante o pranayama, relaxe o corpo, liberte-se da tensão. A toda expiração, ou seja, sempre que você soltar o ar de seu corpo, faça uma levíssima contração na barriga, seguido da expansão que provoca a inspiração. Lembre-se de uma bexiga: quando a enchemos de ar, ela expande, quando a esvaziamos, ela contrai.

Mantenha a coluna ereta sem tensão, pescoço e coluna alinhados. Retenha a respiração somente o tanto que for confortável a você; olhos fechados e cabeça relaxada. Todo exercício, desde a postura até sua prática perfeita, requer disciplina e dedicação. 

Lembre-se sempre: tudo é um processo.

Procure um lugar calmo, o melhor horário é sempre ao amanhecer ou ao entardecer, pois é o momento em que o ar está carregado de prana. Mas essa não é uma regra que deve ser seguida a risco. É sempre melhor fazer a qualquer hora do que não fazer. Quando estiver na praia, no campo ou na montanha, não perca a oportunidade de praticar pranayama.

Aprenda como praticar a respiração pranayama no podcast abaixo:

Veja também:

Dia mundial da ioga reúne multidão de praticantes pelo mundo

 

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade