PUBLICIDADE

Conheça o novo restaurante de Irina Cordeiro

O restaurante da chef Irina Cordeiro é uma festa de sabores em que o prato principal é o amor ao cuscuz

8 out 2022 - 15h44
Compartilhar
Exibir comentários

O Cuscuz da Irina abriu há poucos meses no bairro da Vila Madalena, em São Paulo. É um restaurante cor-de-rosa, carregado de amor e de sabores bem brasileiros. No sobradinho decorado com esmero, serve-se cuscuz em múltiplas e saborosas versões. O Sertão é o queridinho do cardápio. "É um cuscuz com carne de sol e natas, originário de uma microgião entre a Paraíba e o Rio Grande do Norte, que tem uma cultura alimentar maravilhosa", explica a chef Irina Cordeiro. "Foi de lá que também vieram o queijo manteiga e o queijo coalho". A carne de sol é cozida na pressão até o ponto de desfiar, puxada com muita manteiga de garrafa, cebola roxa, pimenta de cheiro e nata. É servido com queijo coalho bem tostadinho e cuscuz, claro...

Foto: Instagram @cuscuzdairina

Os nomes dos pratos são ótimos. O Rala bucho, por exemplo, tem a seguinte descrição no cardápio da casa: cuscuz soltinho com creme de galinha de voinha, salada de feijão fradinho, coentro e jerimum cozido. Já o Sou praieiro é uma opção com peixe frito no dendê, coco crocante, picles de maxixe, coentro e um molho batizado de lambão, mais apimentado.

Para acompanhar os pratos, drinques como o Sacanagem (batidinha de goiaba) ou o Caju inimigo (feito com cachaça e cajuína no lugar do suco de caju) são boas pedidas. No Cuscuz da Irina também tem sobremesas ricamente enriquecidas com o melhor do histórico alimentar nordestino. A compota de caju merece nossos aplausos e o risotinho de bolacha, comida de conforto resgatada da infância da chef, você pode experimentar no restaurante ou fazer em casa. Tem passo a passo em vídeo no nosso carderno de receitas.

Aqui é meu espaço de criação, mas o projeto é expandir o Cuscus para quiosques em todo Brasil", explica Irina. "Quero levar o cuscus para o mundo!"

O Cuscuz da Irina fica na Rua Iperó, 47, na Vila Madalena, e funciona de segunda à sábado das 9h às 17h.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade