PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Uva engorda ou emagrece? Nutricionista esclarece

Versátil, fruta é base para diversas receitas e bebidas que fazem sucesso

11 mai 2023 - 08h00
(atualizado às 17h52)
Compartilhar
Exibir comentários

A uva é o fruto da videira, planta pertencente a família Vitaceae. Essa fruta é reconhecida pela sua riqueza em sais minerais, como ferro, fósforo, cálcio, magnésio, potássio e sódio e, também, na hora do preparo de sucos, vinhos e sobremesas. Nesse sentido, o seu consumo ainda gera dúvidas, exemplo: uva engorda ou emagrece?

A resposta da professora sobre o impacto do consumo de uva

"Não existe nenhum alimento que vai engordar ou emagrecer. O que existe são quantidades e qualidades adequadas do nosso alimento. Se nós estamos trabalhando com alimentos que tem uma qualidade nutricional muito boa, mas que pode ser calórico, vamos equilibrar a quantidade a ser consumida", disse com exclusividade para o Sport Life a professora do curso de Nutrição do UniCEUB (Centro Universitário de Brasília) Paloma Popov.

Paloma destacou na sequência que um sujeito precisa manter a balança equilibrada, ou seja, precisa consumir aquilo que o corpo necessita para as atividades diárias. Agora se há muita energia, o corpo vai simplesmente acumular, fato que resulta em ganho de peso. Se acontecer o consumo reduzido e com gasto de energia, a tendência é emagrecer.

"Em geral, as frutas têm uma quantidade bem grande de água e, também, todas terão quantidades significativas de carboidrato, de frutose e glicose, que formam a sacarose, açúcares de boa qualidade, que precisamos e nos trazem energia imediata", complementou Paloma.

As demais curiosidades sobre a uva

O nutriente é a principal diferença entre as uvas roxas, verdes e vermelhas. Portanto, ou há uma gama de uvas no mercado com ou sem sementes, mais adocicadas e outras não receberam o "tom" doce. Além disso, existe pequena diferença na qualidade nutricional entre essas uvas.

"Todas elas (uvas roxas, verdes e vermelhas) vão ter quantidade de fibras muito grande, de água e que vão ter ali uma diferença mínima entre alguns nutrientes, exemplos: tem o pigmento antocianina nas uvas escuras, que na verdade também é antioxidante natural, 'poderoso' e presente nesses alimentos roxos, como amora, framboesa, morango, beterraba e açaí. Isso não quer dizer que a uva verde seja ruim", detalhou a docente.

Pelo fato de haver essa entrega de energia imediata citada anteriormente, as uvas e demais frutas tornam-se boas opções para o pré-treino. "Como a fruta tem essa absorção rápida, pode se ficar com fome depois também. É sempre legal associar as frutas com alguma outra fibra, proteína ou até outro lipídio para que não temos só frutas consumidas", concluiu Paloma Popov.

Dado

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) informou que a produção de uvas foi de 1.445.705 t no ano de 2019, o que significou 9,20% inferior ao ano de 2018. Outro acréscimo desse documento é a região Sul como maior produtora de uvas e em 2019 representou 53,53% da produção do país.

Uva - Shutterstock
Uva - Shutterstock
Foto: Sport Life
Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade