PUBLICIDADE

Alimentos que devem ser consumidos com cautela

Nutricionista conta quais são os principais ingredientes que devemos consumir com consciência e cautela; confira

5 jul 2022 - 05h00
(atualizado às 06h28)
Ver comentários
Publicidade

Equilíbrio e moderação são palavras essenciais quando falamos de alimentação. O Nutricionista, Gustavo Andretta, explica que “é normal ver pessoas tratando alguns alimentos como mocinhos e outros como vilões, porém isso só traz insegurança e um quadro de terrorismo nutricional. Por isso, é importante entender que todo alimento é permitido desde que encaixado num contexto alimentar adequado, em quantidades adequadas e com o modo de preparo bem higienizado, para evitar contaminações”, diz. 

Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, é essencial que ocorra a redução de consumo de alimentos ultraprocessados, ou seja, alimentos que possuem em sua composição a adição de substâncias exclusivas da indústria. Além disso, há outros ingredientes que devem ser evitados, pois se consumidos em excesso podem causar mal à nossa saúde. Confira a lista e entenda o porquê. 

Alimentos ultraprocessados 

Nuggets
Nuggets
Foto: LauriPatterson / iStock

São aqueles alimentos que passam por processo industrial, possuem alta adição de açúcares, conservantes e gorduras. Como por exemplo: refrigerantes, cereais matinais, sucos artificiais, bolachas, embutidos e pratos prontos congelados, como lasanhas e nuggets. 

Como possuem pouca composição nutricional, podem oferecer riscos a longo prazo, como: obesidade, problemas nos ossos e problemas na flora intestinal. 

Sal

Foto: fcafotodigital / iStock

Segundo uma coleta feita durante a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2013, os brasileiros consomem, em média, 9,34 gramas de sal por dia, quase o dobro do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de 5 gramas.

Usar sal em excesso pode aumentar o risco de hipertensão e doenças cardiovasculares.

Açúcar

Foto: HandmadePictures / iStock

Assim como o sal, o açúcar também é consumido em excesso pelos brasileiros. De acordo com o Ministério da Saúde, consumimos, por dia, 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Este excesso pode aumentar o risco de desenvolver problemas como diabetes, obesidade, colesterol alto e gastrite. 

Óleos

Foto: ahirao_photo / iStock

O consumo de óleos não deve ser evitado, até porque eles fazem parte de uma dieta balanceada e saudável. Mas o excesso de óleo pode causar ganho de peso, aumento do colesterol ruim, gordura no fígado e hipertensão. 

Gordura 

Biscoitos recheados possuem alto teor de gordura
Biscoitos recheados possuem alto teor de gordura
Foto: bhofack2 / iStock

Consumir muitos alimentos com alto teor de gordura não vai te fazer bem nem a curto, nem a longo prazo. Esse hábito pode provocar níveis de colesterol alto, doenças cardiovasculares, entre outros. 

Exemplos de alimentos com alto teor de gordura: biscoito recheado, macarrão instântaneo, margarina, entre outros. 

Para encerrar, o nutricionista dá uma dica para quem quer se manter saudável e ter uma alimentação balanceada: “dê preferência aos alimentos in natura ou minimamente processados, ou seja, alimentos que vieram direto da natureza (folhas, frutas, sementes etc) ou alimentos que sofreram alterações mínimas (leite pasteurizado, grãos secos, carnes cortadas e congeladas, entre outros)”. 

 

Redação Degusta
Publicidade
Publicidade