PUBLICIDADE

Tabela chinesa: segundo crença popular, ela revela o sexo do bebê. Teste!

Embora não tenha embasamento científico, o "método" é muito consultado pelas grávidas ansiosas para saber se a criança a caminho é menino ou menina

21 set 2023 - 12h17
Compartilhar
Exibir comentários

Você já ouviu falar na tabela chinesa utilizada para descobrir o sexo do bebê? Trata-se de uma "técnica" popularmente conhecida por ser baseada no calendário lunar chinês, e suas origens são incertas, embora todas as versões a relacionem à Dinastia Qing, que durou da metade do sécuo XVII ao começo do XX, na China.

Foto: Tatyana Antusenok/Getty Images / Bebe.com

Funciona da seguinte forma: você cruza o mês em que engravidou com sua idade lunar (quantos anos tem +1, exceto para as nascidas em janeiro e fevereiro, que não devem somar nada). Essa diferença é porque o nosso calendário gregoriano é um pouco distinto do chinês.

Teoricamente, isso bastaria para saber se o pequeno que está a caminho é menino ou menina. Acontece que, assim como outras formas de tentar descobrir o sexo da criança, a tabela não tem embasamento científico. Apesar disso, para as grávidas que estão ansiosas para saber se terão uma filha ou um filho, ela pode ser consultada a título de curiosidade.

Tabela chinesa da gravidez

-
-
Foto: Anamaria Sabino/Bebê.com.br / Bebe.com

Menino ou menina?

Embora simpatias e testes caseiros (como o do bicarbonato de sódio) não faltem por aí, as únicas formas confiáveis para saber o sexo do bebê são por ultrassom e pelo exame de sexagem fetal. Vale lembrar que esse segundo não é coberto pela ANS (Agência Nacional de Saúde) e, mesmo com convênio médico, é preciso pagar. Os preços variam muito de acordo com o laboratório.

Bebe.com
Compartilhar
Publicidade
Publicidade