PUBLICIDADE

Homem vive isolado há 55 anos por ter medo de mulheres; entenda fobia

Idoso de Ruanda se confinou dentro da própria casa ainda adolescente e só aceita ajuda quando os vizinhos jogam os itens de longe

25 out 2023 - 13h32
Compartilhar
Exibir comentários
Nzamwita conta que se confinou na própria casa com cercas aos 16 anos
Nzamwita conta que se confinou na própria casa com cercas aos 16 anos
Foto: Reprodução/ Daily Mail

Medo extremo (ou pavor) de mulher. É o que diz sentir Callixte Nzamwita, de 71 anos, natural de Ruanda. Ele afirma viver em isolamento desde os 16 anos por conta desse temor.

Isso significa fazer todas as necessidades sem sair de sua residência. "O motivo pelo qual eu me tranco aqui dentro e tenho uma cerca na minha casa é porque eu quero garantir que mulheres não vão se aproximar de mim", disse o idoso ao canal Afrimax TV, do Youtube.

Como reproduzido pelo Daily Mail, esse medo tem nome. Trata-se de ginofobia ou ginecofobia, uma condição não reconhecida como distúrbio mental, porém classificada como um medo irracional a pessoas do sexo feminino.

Noso e outras 7 fobias: você tem medo de quê? Noso e outras 7 fobias: você tem medo de quê?

No caso de Nzamwita, um vizinho que conversou com o Afrimax disse que ele rejeita até aproximação quando tentam ajudá-lo, mas aceita as coisas que lhe oferecem jogando para dentro da casa.

"O jeito que eu vivo basta para mim", ressaltou o idoso. "Eu não tinha nenhum interesse em ter uma mulher e agora eu estou bem com isso. (...) Eu não quero mulheres perto de mim porque elas me deixam muito assustado", argumentou.

Pelo que se vê, também não há interesse em tratar esse medo. Nzamwita parece confortável com seu estilo de vida.

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade