1 evento ao vivo

Aos 113 anos de idade, morre homem mais velho do mundo

Masazo Nonaka obteve o reconhecimento do 'Guinness', o livro dos recordes, em 2018

20 jan 2019
14h14
atualizado às 20h30
  • separator
  • 1
  • comentários

Masazo Nonaka morreu nas primeiras horas deste domingo, 20, aos 113 anos, enquanto dormia em sua casa em Ashoro, na ilha de Hokkaido no Japão, informou sua família.

Ele morreu de forma tranquila e de causas naturais, de acordo com sua neta, Yuko Nonaka.

Masazo Nonaka, quando ganhou o reconhecimento como homem mais velho do mundo
Masazo Nonaka, quando ganhou o reconhecimento como homem mais velho do mundo
Foto: Kyodo / Reuters

O supercentenário, cuja família comanda uma pousada com fontes termais por quatro gerações, foi certificado pelo Guinness World Records em abril de 2018 como o homem vivo mais velho do mundo aos 112 anos e 259 dias.

Nascido em 25 de julho de 1905, Nonaka cresceu em uma grande família e sucedeu seus pais no comando da pousada. O estabelecimento de 106 anos agora é gerenciado por sua neta, Yuko.

Ela disse que seu avô parecia estar como sempre até que sua irmã mais velha notasse que ele não estava respirando. Ele foi declarado morto pelo médico da família.

"Ele não tinha nenhum problema de saúde... Foi em paz e esse ao menos é o nosso consolo", disse.

Nonaka, que gostava de comer doces, costumava banhar-se nas fontes e se locomovia pela pousada em uma cadeira de rodas, usando um gorro, sua marca registrada.

Todos os seus sete irmãos, assim como sua mulher e três de seus cinco filhos morreram antes dele.

País que mais envelhece no mundo, o Japão tinha uma população centenária de 69.785 pessoas em setembro de 2018, cerca de 90% delas mulheres, de acordo com o Ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar.

A pessoa mais velha do mundo atualmente também é japonesa: Kane Tanaka, uma mulher de 116 anos de Fukuoka, ao sul da ilha principal de Kyushu.

Estadão
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade