PUBLICIDADE

Telha de aço e fio de cobre são armas para reforçar telhado

Escolha de material e pequenas adaptações ajudam a evitar dores de cabeça como goteiras, barulho e infiltração

25 abr 2014 08h00
ver comentários
Publicidade
Telhas de diferentes materiais demandam cuidados específicos para garantir a resistência do telhado
Telhas de diferentes materiais demandam cuidados específicos para garantir a resistência do telhado
Foto: Shutterstock

Ventos fortes, chuvas de granizo e até gatos podem causar estragos no telhado e causar prejuízos à residência, como goteiras, barulho e infiltração. Confira a seguir algumas dicas para reforçar seu telhado e evitar problemas como esses.

As medidas devem ser tomadas de acordo com o tipo de telha utilizada no local, afirma Fábio Carvalho, técnico da Telhados Capital, de São Paulo. As telhas de barro, por exemplo, podem ser reforçadas com fios de cobre.  “No caso de chuvas fortes, pode ser feito um reforço nelas amarrando com fio de cobre. E como elas são mais frágeis, é preciso ficar atento a pedaços de telha que caem no quintal ou a desalinhamentos, para evitar que o problema ganhe maiores dimensões”, recomenda Carvalho.

Quem quiser um telhado mais resistente deve optar pelas telhas de aço. “Como elas são fixadas por parafusos, dificilmente são afetadas pelo vento. Além disso, elas suportam grandes impactos provocados pela água da chuva ou por animais”, diz Carvalho. O problema é que esse tipo de material tem um ponto negativo: as chuvas fortes provocam um grande ruído em contato com elas. “Quando chove granizo, o barulho pode ser muito incômodo. Uma solução é fazer uma instalação termoacústica, que consiste em colocar uma camada de isopor entre duas chapas de telha. Porém, isso praticamente triplica os custos”, explica o técnico da Telhados Capital.

Por fim, uma terceira opção, mais resistente que as de barro e não tão barulhenta quanto as de aço, são as telhas de fibrocimento onduladas. Quem escolher peças desse material, no entanto,  deve verificar periodicamente a fixação das telhas na estrutura do telhado, apertando e substituindo os parafusos se necessário, recomenda Carvalho.

Fonte: PrimaPagina
Publicidade
Publicidade