0

Aproveite a Black Friday para equipar a casa

  • separator
  • comentários

Data bem tradicional no calendário norte-americano, a Black Friday acontece um dia depois do dia de Ação de Graças, na quarta sexta-feira de novembro. Nesta ocasião, milhares de pessoas esperam a abertura das lojas na meia-noite de sexta-feira. As principais promoções acontecem nas grandes cadeias e os produtos mais visados são os eletrônicos.

Aqui no Brasil a Black Friday chegou em 2010 e cresce a cada ano. Em 2012, mais de 70 lojas se registraram no site oficial do evento. Em 2013, a previsão é que esse número passe de 100. Além dos eletrônicos, os eletrodomésticos são outro destaque entre as ofertas. Por isso, a data é uma ótima oportunidade para equipar a casa. Grandes redes como Extra, Ponto Frio e Walmart oferecem não só eletrônicos e eletrodomésticos como artigos de cama, mesa e banho e móveis. Nas Casas Bahia até alguns colchões entram na promoção. Além disso, algumas lojas específicas de decoração já começam a figurar na Black Friday, como Westwing e Imaginarium. A Casa Show, loja de materiais para construção e reforma, dá um desconto de 5% no período.

O evento vai da meia-noite de sexta à meia-noite de sábado, mas, diferente do que acontece nos Estados Unidos, no Brasil a maior parte das ofertas são divulgadas online. Por isso não há filas ou barracas na porta das lojas, mas é preciso ficar atento para evitar os horários de pico, pois aqui a multidão se concentra na frente do computador. “Assim como as lojas físicas, as lojas online também têm horário de pico e, para fazer as compras mais tranquilamente o ideal é evitá-los. Os horários mais congestionados são da meia-noite às 2h e do meio-dia às 14h”, aconselha Pedro Eugênio, presidente do Busca Descontos, o primeiro site a oferecer promoções para o dia, em 2010, que reúne lojas com descontos entre 20% e 70%.

Graças ao grande fluxo de consumidores e vendas, a Black Friday é um aquecimento para o Natal, mas ainda não substitui a data em volume de compras porque, em teoria, dura apenas 24 horas. “Em 2012 o faturamento registrado pelas lojas na Black Friday foi de R$ 217 milhões, é a maior data de vendas em dia único mas não compete com o Natal, período de compras que se estende por duas ou três semanas”, explica Eugênio. Em 2013 a previsão é de que o faturamento chegue a R$ 340 milhões e que até 850 mil compras sejam realizadas.

Apesar de toda a empolgação em torno do evento, é preciso tomar cuidado para não pagar a metade do dobro do preço normal de um produto. Em 2012, algumas lojas subiram os preços alguns dias antes da data para abaixá-los novamente no dia da promoção. No final das contas, o consumidor acabou pagando o preço cheio de muitos produtos.

Neste ano a Fundação Procon, que trabalha na defesa do consumidor, vai ajudar a prevenir a enganação. O Procon-SP fez uma lista com empresas em que não se deve confiar. Até agora, são 325 nomes. A instituição também dá dicas para fugir de golpes, como checar as informações referentes à loja como site, CNPJ, razão social e telefone. Outra dica é imprimir todos os comprovantes da compra e desconfiar de lugares que só aceitem transferência de dinheiro ou boleto na transação. Atenção também para as lojas com o único contato por telefone celular.

Eugênio dá a dica mais importante: acompanhe o preço do produto desejado e veja se ele entrou na promoção. “Sites acumuladores de ofertas mostram o histórico dos preços.” Assim, é possível perceber se o valor foi aumentado ou se a promoção é verdadeira.

 

Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade